Em documento destinado à Anvisa, Ministério da Saúde pede autorização de autoteste como 'excelente estratégia de triagem'

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O Ministério da Saúde finalizou nota técnica para pedir à Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorização para o uso de autotestes no país. No documento, a pasta argumenta que a utilização do insumo será “excelente estratégia de triagem” e poderá auxiliar a política de testagem da pasta. A nota cita o aumento exponencial dos casos de Covid-19 como justificativa para solicitar à Anvisa a autorização de uso. A Anvisa afirmou que ainda não recebeu o documento finalizado pelo Ministério da Saúde.

Ao longo de cinco páginas, a pasta argumenta sobre a necessidade de expandir a testagem no país e traz orientações a respeito do uso do insumo.

“O uso de autoteste TR-Ag pode ser uma excelente estratégia de triagem, pois devido ao curto tempo para o resultado, pode-se iniciar rapidamente o isolamento dos casos positivos e as ações para interrupção da cadeia de transmissão. Acredita-se que a prevenção e o controle de surtos dependem cada vez mais da frequência dos testes e da velocidade de notificação (uma vantagem dos testes de antígeno)”, argumenta a pasta, em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos