Em eliminação de Dayane, Galisteu cita Juliette e público compara vilã com Karol Conká

·2 min de leitura
Trajetórias foram comparadas (Foto: Reprodução/Record/Globo)
Trajetórias foram comparadas (Foto: Reprodução/Record/Globo)

Dayane Mello foi eliminado de "A Fazenda 13" nesta quinta-feira (2) com apenas 27% dos votos. A modelo internacional causou polêmica e adquiriu rejeição com o público após uma sequência de falas preconceituosas e atitudes questionáveis. Para o discurso de eliminação, Adriane Galisteu se inspirou no "BBB", reality show da concorrência. A temporada, que teve Juliette Freire como campeã, contou com recordes de rejeição.

"Triste, louca ou má. Quem de nós nunca foi taxada em um desses rótulos? Aliás, tem até uma música que começa assim. Ela ficou famosa na boca de uma mulher que sabe exatamente o que vocês estão sentindo. Essa mulher é ninguém menos, ninguém mais, que Juliette. Uma vez ela falou 'não se coloque no lugar que lhe dão, se coloque no lugar que você é'. Bem maravilhosa essa frase. Ninguém melhor que ela para mostrar que não existe limite de onde nós podemos chegar", disse a apresentadora.

Com a saída de Dayane após a citação de Juliette, internautas lembraram da eliminação de Karol Conká, vilã do "BBB 21". A cantora saiu do programa com 99,17% dos votos, a maior rejeição da história do reality show. "Galisteu até citou a Juliette para eliminar a Karol Conká da Fazenda", brincou um internauta. "A Day é muito vilã da Fazenda. Ela é a Karol Conká dali", disse outro.

Antes da saída de Dayane, as duas participantes já vinham sendo comparadas dentro e fora do programa. Rico chegou a pedir desculpa para a rapper por um dia ter feito a comparação, pois as falas e atitudes da modelo são piores. Em entrevista ao Yahoo, Conká disse que assistiu alguns vídeos de "A Fazenda", mas prefere não se empolgar com os comentários daqueles que agora exaltam sua participação no "BBB".

"Não dá para ficar comparando uma coisa com a outra. A atitude de uma pessoa no reality não anula a péssima atitude da outra. Nada apaga o que eu fiz. Reconheço que errei. Independente do que falam agora, eu consigo separar algumas coisas", explica a cantora, que está disposta a acolher Dayane. "As histórias sempre têm dois lados. Ninguém é vilão 100% nem mocinho 100%. Depende do que o público escolhe para assistir e do que o público escolhe para ver daquela pessoa", completa a rapper.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos