Em evento com Michelle, Damares diz que igrejas ainda ‘flertam com o cão’

Em evento ao lado de Michelle, Damares usou a referência bíblica para se referir ao ex-presidente Lula (PT). (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Em evento ao lado de Michelle, Damares usou a referência bíblica para se referir ao ex-presidente Lula (PT). (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

A ex-ministra Damares Alves, candidata ao Senado no Distrito Federal (DF) disse ainda ver igrejas “flertando com o cão” em evento de campanha com pastores nesta sexta-feira (23). A postulante pediu às lideranças religiosas que falem com fiéis sobre as eleições.

“Pastores, eu ainda tenho visto algumas igrejas flertando com o cão, com o inferno, não há explicação. Pastores, aqui vocês têm uma consciência política bem bacana, mas vocês que são de igrejas que tem denominação no Brasil inteiro compartilhar as coisas (sobre Bolsonaro). Nós temos a oportunidade de mudar as coisas com dedinho”, disse Damares. As informações são do jornal O Globo.

Na sequência ela defende o presidente Jair Bolsonaro (PL) das acusações de misoginia. O candidato à reeleição tem maior rejeição entre o eleitorado feminino.

“Pastoras que estão aqui, estão dizendo para nossas mulheres cristãs que Bolsonaro é misógino. Foi o presidente que mais fez por mulheres”, afirma a ex-ministra.

Segundo o Datafolha divulgado nesta quinta, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 49% das intenções de votos femininos, enquanto Bolsonaro chega a 29%. A margem de erro na segmentação por gênero é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que tem aparecido na campanha do marido para melhorar a imagem dele entre mulheres e evangélicas, também discursou em favor da candidata e do presidente, e chamou as eleições de “guerra espiritual”.

“Não estamos lutando contra homens e mulheres, mas contra principados e potestades. É uma guerra espiritual. Só não vê, só não enxerga, quem não quer. Aquele que é baseado na palavra, tem sua fé fundamentada na Bíblia sabe que nós estamos lutando contra as hostes espirituais malignas”, declarou a esposa de Bolsonaro.

Ao pedir votos para Damares, ela pediu cuidado com “os lobos vestidos em pele de cordeiro” e disse que haverá “uma faxina” no Congresso Nacional.

“Eu creio e tenho orado, e o Senhor vai responder. O Senhor fará uma faxina no Congresso Nacional. E digo mais: os sábios se inclinam para a direita, e os tolos se inclinam para a esquerda”, afirmou a primeira-dama.