Em 'Gênesis', Polliana Aleixo se diz feliz por haver produções grandiosas no Brasil

MARIANA ARRUDAS
·4 minuto de leitura
Polliana Aleixo se diz feliz por haver produções grandiosas no Brasil. Foto: Divulgação/Allan Amim.
Polliana Aleixo se diz feliz por haver produções grandiosas no Brasil. Foto: Divulgação/Allan Amim.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Aos 24, Polliana Aleixo já acumula 13 anos de experiência como atriz. A jovem, que estreou ao lado de Renato Aragão no especial "O Segredo da Princesa Lili" (Globo, 2007), dirigido por Marcus Figueiredo, está agora no elenco da novela "Gênesis" (Record), onde dará vida a Paltith, filha de Ló (Emílio Orciollo Netto). Segundo ela, a ansiedade é grande, já que será seu primeiro trabalho na pandemia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Polliana conta que no começo de sua carreira, trabalhar com publicidade e os primeiros papéis eram vistos de forma leve por ela, "como se fosse uma brincadeira". Mas foi por volta dos 13 anos que ela teve a certeza que de atuar era o caminho certo. "Depois que eu tive esse entendimento, pensei: 'realmente é isso que eu quero fazer para a minha vida'", conta em entrevista pelo telefone à Folha de S.Paulo.

Leia também

Em "Gênesis", ela integra um grande elenco em número. Segundo a Record, são mais de 250 atores nas sete fases da novela. "Não lidamos com esse elenco enorme, principalmente agora", comenta Polliana sobre a segurança com a Covid-19, nas gravações, que ela iniciou na semana passada.

Além disso, a atriz ressalta o processo de pós-produção como um dos pontos fortes do trabalho. "Os efeitos estão incríveis. Essas partes não vemos muito, realmente não fazemos. Fico muito feliz que o Brasil dá espaço para fazer produções maiores e bem elaboradas", explica. "Eu estou muito animada, a personagem é muito legal e os atores que estão comigo em cena são incríveis", continua.

Mas são as experiências dos sets de gravação a melhor parte, segundo ela. "É uma construção coletiva: passar por vários miniprocessos e pegar a visão de cada um do que você vai fazer. É muito enriquecedor", explica. "A troca é no set, nesse processo de leitura e produção. Gosto muito de tudo, mas se tiver que escolher uma parte só, essa é a minha preferida", completa.

E dessa troca, já surgiu uma amizade. Em "Gênesis", ao lado de Polliana está a atriz Débora Ozório, 24, que interpreta Tamires, irmã de Paltith. "Ficamos super próximas nesse processo. Foi uma grata surpresa ganhar uma amiga no meio do caminho", conta. A atriz afirma que parte de sua animação para a novela vem de um elenco incrível que estará nas cenas ao seu lado.

Ao pensar no passado, Polliana relembra com carinho de seus papéis, em especial Júlia, da série "Tudo Novo de Novo" (Globo, 2009). "Foi uma personagem que lidou com coisas importantes, e nós conseguimos fazer isso de uma forma muito leve", conta. Nos episódios, Júlia passava pela separação dos pais e estava junto da mãe que se descobriu lésbica. "Foi um trabalho muito bem executado, bonito e gostoso de ser feito".

Quanto a projetos mais recentes, além da novela, Polliana esteve no filme de comédia "A Sogra Perfeita", estrelado pela atriz Cacau Protásio, 45, que tinha previsão de lançamento para dezembro de 2020, mas foi adiado. "Diante de tudo o que está acontecendo nós entendemos que o mais seguro é esperar", afirma a atriz sobre a estreia do longa-metragem.

Para Polliana, o período de pandemia está sendo um tempo de autoconhecimento. A artista conta que pode tirar um tempo para cuidar de si e agradece que seus familiares e amigos estão bem e com saúde. "Tive tempo para descobrir coisas sobre mim", conta. Agora, a atriz faz exercícios em casa e atividades do tipo DIY (faça você mesmo, em português). "Comecei a fazer artesanato, a desenhar, então foi muito gostoso", completa.

"Nem precisa ficar bom, eu só preciso me divertir naquele processo", fala Polliana sobre tirar um tempo para si e se dedicar a trabalhos manuais. Ela também conta que começou a namorar pouco tempo antes da quarentena e que o relacionamento só fortaleceu nesse período.

"Estabelecemos uma intimidade e parece que nos conhecemos há muitos anos. O amor tem disso também né?", continua a artista. "Sinto que conheço ele a vida inteira. Não sei se foi o amor ou a pandemia", brinca. Polliana diz que ela e Albino Santos começaram a ficar no pré-Carnaval e logo decidiram namorar.

Sobre projetos futuros, a atriz diz ter um filme para streaming em sua agenda desde o ano passado. "Vivo um dia de cada vez, estou lidando com tudo na minha vida dessa forma, vou me planejando como eu posso", comenta. E ao deixar de lado um pouco o âmbito profissional, ela mal pode esperar para matar as saudades de atividades que gosta: "Duas coisas que eu tenho muita saudade é de ir ao cinema e de viajar a lazer".

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube