Em golpe para Apple, Europa exigirá que todos os smartphones usem o mesmo tipo de carregador

Todos os smartphones e tablets vendidos na União Europeia terão que usar um mesmo tipo de carregador, segundo acordo fechado nesta terça-feira pelos países-membros do bloco.

O projeto, anunciado no ano passado, foi aprovado pela Comissão Europeia e deverá representar, segundo estimativas, uma economia de 250 milhões de euros para os consumidores.

Apple: pagamento a prazo, tradução de fotos e clique contra relacionamentos abusivos. Confira 16 novidades

Amazon: empresa vai permitir que lojistas no Brasil vendam para clientes no exterior

Templo de luxo: Daslu vai a leilão nesta terça com lance inicial de R$ 1,4 milhão

Além de smartphones e tablets, laptops, e-readers e câmeras digitais deverão usar um mesmo padrão de carregador, o USB-C. A decisão é um golpe sobretudo para a Apple, cujos aparelhos usam modelo diferente de carregador.

A exigência entrará em vigor a partir de 2024, com celulares e tablets. No caso dos laptops, o prazo será maior, e os fabricantes terão 40 meses para se adaptar após a aprovação final da nova lei, que ainda precisa ser submetida ao parlamento dos 27 países do bloco europeu.

“Os consumidores europeus poderão usar um mesmo carregador para todos os seus dispositivos eletrônicos portáteis, o que vai facilitar o cotidiano e reduzir a produção de lixo”, afirmou, em comunicado, o Comissário de Mercado Interno da UE, Thierry Breton.

Atualização: Apple planeja tornar o iPad mais parecido com um laptop e menos com um telefone

Quando a proposta foi lançada, a Apple argumentou que a medida iria reduzir a inovação. Mas, recentemente, a empresa começou a testar novos modelos de iPhone que usam, no lugar do típico carregador Lightning da marca, um plugue do tipo USB-C.

Os mais modernos laptops da Apple também usam o carregador USB-C.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos