Em greve, Lufthansa anuncia cancelamento de quase todos os voos na Alemanha

REUTERS/Hannibal Hanschke

A companhia aérea alemã Lufthansa comunicou nesta segunda-feira (25) que, devido a uma greve de funcionários, vai cancelar quase todos os seus voos em seus centros de Frankfurt e Munique, na Alemanha. Os passageiros, que vêm enfrentando um período de férias de verão caótico em aeroportos de toda a Europa, com voos anulados e malas extraviadas, precisarão ainda de mais paciência.

De acordo com o comunicado da Lufthansa, mais de mil voos serão cancelados: 678 em Frankfurt e 345 em Munique, sendo 47 deles já nesta terça-feira (26), afetando cerca de 134 mil usuários. O impacto da greve também deve causar cancelamentos e atrasos ocasionais na quinta e sexta-feira, informou a companhia.

A organização sindical Verdi convocou a greve entre terça e quinta-feira para pressionar a direção da companhia, exigindo um aumento salarial de 9,5%.

A paralisação afetará os funcionários de terra, especialmente da área de manutenção, mas também os operadores de veículos de reboque de aeronaves, essenciais para o bom funcionamento do aeroporto.

Caos nos aeroportos

Desde o fim das restrições sanitárias no início do ano, as companhias aéreas e os aeroportos têm lutado para atender à forte demanda de passageiros, após dois anos de pandemia, quando o setor perdeu muitos funcionários.

De acordo com um estudo do instituto econômico alemão IW publicado no final de junho, o setor aéreo alemão tem carência de mais de sete mil trabalhadores atualmente.

A greve acontece no auge da temporada de verão, poucos dias antes do início das férias escolares em duas regiões do sul da Alemanha. Nas últimas semanas, os viajantes vêm enfrentando longas esperas nos aeroportos e uma série de cancelamentos de voos por conta da escassez de funcionários.

(Com informações da AFP)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos