Bolsonaro afirma estar chateado com notícias que vinculam sua família ao assassinato de Marielle

Ana Leão
O presidente Jair Bolsonaro conversa com jornalistas em Guarujá

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manhã desta sexta-feira (15), ao chegar ao Forte dos Andradas, em Guarujá, litoral de SãoPaulo, que ficou “chateado” ao ler notícias divulgadas hoje sobre um possível mandado de busca e apreensão na casa de seu filho Carlos Bolsonaro relacionadas ao assassinato da vereadora Marielle Franco. Durante conversa com jornalistas na porta do forte, o presidente ainda se classificou como um “alvo compensador”.

— A vida toca. Vi uma matéria agora de que o PT quer fazer uma busca e apreensão na casa de um filho meu no Rio de Janeiro. O pessoal vê sobre busca e apreensão e pensa que está metido com que coisa errada. Eles querem é saber se eu tenho ligação com Caso Marielle. Não conseguiram nada comigo, vão pra cima de um filho meu. É muita marola, mas deixa a gente chateado, não há dúvidas.

Leia mais sobre o caso Marielle:

Ainda enquanto se preparava para entrar no hotel em que ficará hospedado durante o feriado da Proclamação da República, Bolsonaro questionou o “que teria a ver com a morte desta senhora”.

— Tem 150 pessoas morando no meu condomínio, agora se roubam uma galinha vão me acusar de ter feito uma galinhada —provocou.

Na entrada, o presidente foi recebido por aproximadamente 30 pessoas que o aguardavam para tirar fotos. Houve empurra-empurra e gritaria de alguns que queriam se aproximar.

Bolsonaro ainda disse que irá, neste sábado, à Vila Belmiro para assistir à partida entre Santos e São Paulo, que ocorre no final da tarde.

— O pessoal sabe que eu torço para o Palmeiras, mas como amante de futebol estou indo lá para assistir a um espetáculo, tenho certeza. A torcida do Santos vai me tratar com respeito como eu sempre tratei oBrasil.

Na sexta-feira, internautas protestaram nas redes sociais contra a ida do presidente à Vila Belmiro para assistir à partida. Torcidas organizadas do Santos também se pronunciaram contra a ida do presidente.

Passeio de moto

Essa não é a primeira vez que Bolsonaro se hospeda no hotel do forte. Na Páscoa deste ano, ele esteve no local e aproveitou o descanso para dar uma volta de moto pela cidade. Na entrada, parou o veículo, tirou o capacete e foi cercado por aproximadamente dez pessoas que tentavam agarra-lo e tirar foto ao seu lado.

O Hotel de Trânsito da sede da 1ª Brigada deArtilharia Antiaérea tem uma praia privada, protegida por uma área militar e de acesso apenas pela frente do forte. O hotel ficou bastante conhecido por hospedar várias vezes o ex-presidente Lula e a primeira-dama Dona Marisa Letícia por mais de cinco vezes.

Em dias normais, o Forte dos Andradas é aberto para visitação pública.