Em investigação sobre furto de doses, prefeitura descobre que profissional vacinou pai irregularmente em SC

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Quatro frascos com vacina CoronaVac
Doses de vacina foram furtadas de posto de saúde em Santa Catarina. (Foto: Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)
  • Investigação foi iniciada após sumiço de frascos com o imunizante em posto de saúde

  • Uma mulher burlou as regras e vacinou seu pai, de 72 anos, mesmo ele estando fora do grupo prioritário

  • A polícia, agora, investiga se ela tem alguma ligação com o furto das doses

A investigação sobre o sumiço de dez doses de vacina contra a Covid-19 em um posto de saúde de Apiúna, em Santa Catarina, resultou na descoberta de um delito cometido por uma técnica de enfermagem que trabalha no local. Ela vacinou o próprio pai de maneira irregular, segundo informações do G1.

Tudo começou na semana passada, quando funcionários do posto no Centro da cidade deram falta de alguns frascos com doses do imunizante. A Polícia Civil abriu investigação, seguida da instauração de um processo administrativo.

Leia também:

Na tentativa de ajudar a resolver o caso, a prefeitura local levantou a lista de cidadãos que haviam sido vacinados e descobriu que o pai da servidora – nenhum dos dois teve a identidade revelada – estava entre os imunizados, mesmo fora do grupo prioritário que tinha direito às doses na época.

O idoso em questão tem 72 anos e foi vacinado no dia 3 de março, quando apenas pessoas com mais de 85 anos tinham acesso ao imunizante. Mesmo no caso de a dose ter sobrado, a recomendação era de oferecê-la aos próximos grupos de forma escalonada, ou seja, cidadãos com 84, 83, 82 anos.

Polícia investiga ligação com furto das doses

Ainda não se sabe, porém, se o delito cometido pela técnica de enfermagem tem ligação com o sumiço das doses. A polícia está apurando a possível conexão e, inclusive, já convocou a servidora para prestar depoimento nesta quinta-feira.

Posto de saúde de Apiúna foi alvo de furto de vacinas - Foto: Divulgação/Prefeitura de Apiúna
Posto de saúde de Apiúna foi alvo de furto de vacinas - Foto: Divulgação/Prefeitura de Apiúna

Delegado responsável pelo caso do furto, Ronnie Esteves explicou que seis pessoas já foram ouvidas, mas ainda não foi possível identificar a autoria do crime.