Em jantar com empresários, Haddad diz que PT não é de esquerda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Fernando Haddad com a bandeira do Brasil ao fundo
Fernando Haddad foi candidato a presidente da República pelo PT em 2018 (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)
  • Em jantar com empresários, Fernando Haddad diz que PT não é de esquerda

  • O petista 'tranquilizou' a elite empresarial durante o encontro caso Lula vença a eleição em 2022

  • Haddad também minimizou corrupção na Petrobras

Diante de cerca de 20 empresários, Fernando Haddad afirmou que o PT não é um partido de esquerda, mas de centro-esquerda. O objetivo do jantar com empresários, altos executivos e banqueiros, promovido na quarta-feira (13), em São Paulo, era tranquilizar a elite empresarial se Lula vencer a eleição presidencial em 2022.

“A grande vingança de Lula será fazer o Brasil crescer novamente”, afirmou, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Leia também:

Em sua fala, o petista também culpou o governo Dilma pelo fracasso econômico da era PT e minimizou a corrupção na Petrobras.

“Houve corrupção na Petrobras no governo Lula, mas eram ações de diretores da empresa, sem o conhecimento de Lula”.

Entre os presentes, estavam Luis Henrique Guimarães, CEO da Raízen; Jan Jereissati, CEO da Ambev; José Olympio Pereira, presidente do Credit Suiss; Florian Bartunek, gestor do fundo Constellation; Ricardo Saad, da Band; e Washington Cinel, que representou a ala bolsonarista do empresariado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos