Em jogo mil na carreira, Messi marca gol e bate recorde de Maradona

Lionel Messi comemora gol contra a Austrália na Copa do Catar. Foto: Charlotte Wilson/Offside/Offside via Getty Images
Lionel Messi comemora gol contra a Austrália na Copa do Catar. Foto: Charlotte Wilson/Offside/Offside via Getty Images

Lionel Messi entrou em campo contra a Austrália, neste sábado, pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo, para, como de costume, registrar mais números impressionantes em sua carreira. A partida foi a milésima de Messi, entre clubes e seleção, a 23º em Copas, o argentino que mais jogou pela seleção em mundiais, recorde antes do início do mundial pertencia a Maradona, que jogou 21 partidas em Copas do Mundo.

Messi, que acabou eleito melhor em campo, fez o primeiro gol da partida e ainda deu passes que poderiam ter virado gol, não fosse a ineficácia de alguns dos seus companheiros. Julián Álvarez, um dos bons nomes da Argentina nessa Copa fez o segundo, colocando a albiceleste mais perto da classificação. Nem o gol contra de Enzo Fernández e a pressão australiana nos minutos finais foram capazes de alterar o resultado. Os torcedores argentinos, que cantaram alto no estádio Ahmad bin Ali durante os 90 minutos, explodiram em festa quando o juiz deu o apito final.

Leia também:

O craque argentino tem 789 gols em sua carreira e, o de hoje contra os australianos, o colocou como segundo jogador argentino com mais gols em Copas. Com o belo gol marcado nas oitavas-de-final Messi fica atrás apenas de Gabriel Batistuta, centroavante que jogou três mundiais e neles marcou 10 gols. Messi chegou ao seu gol de número 9, em sua quinta participação em Copas. Este também foi o primeiro gol de Messi em uma fase final de mundiais, sendo seus outros todos marcados em fases de grupo.

Completam a lista após Messi outro dois nomes importantes da Argentina em Copas do Mundo: Diego Maradona e Guillermo Stábile.

Diego Maradona marcou 8 gols, divididos entre suas quatro participações na competição. Seu mundial mais goleador foi o de 1986, no qual marcou 5 gols e saiu campeão.

O menos conhecido dessa lista, o atacante Guillermo Stábile, jogou apenas uma Copa, justamente a primeira, em 1930. Marcou 8 gols em todas as quatro partidas da campanha do vice-campeonato, sendo três na estreia dos argentinos na competição.

Com a classificação da Argentina, Messi terá no mínimo mais uma chance de igualar ou passar Batistuta. Os argentinos entram em campo novamente contra a Holanda, na próxima sexta-feira (09), às 16h, horário de Brasília. O jogo é válido pelas quartas-de-final.