Em live, Maria Ribeiro defende liberação da maconha, e Narcisa diz: 'Sou a louca do Rivotril'

·1 min de leitura

Maria Ribeiro participou de uma live com Narcisa Tamborindeguy e falou ser a favor da liberação da maconha no Brasil.

"Sou super a favor da liberação da maconha", disse a atriz, ao ser questionada sobre o assunto. "Eu também. Por que não liberou logo isso?. Já liberou no Canadá, na Califórnia...", interrompeu Narcisa.

"O que acontece é o seguinte: no Brasil, só quem vai para cadeia é pobre, preto, que mora em favela... Os ricos fumam maconha e não acontece nada. É um absurdo. A gente tem um sistema prisional absolutamente abarrotado", justificou Maria.

Narcisa, então, questiona a atriz se quem usa maconha vai para cadeia.

"Vai! Muito. Um garoto de 18 anos que é avião e está levando para o playboy 30 gramas de maconha. Quem é que vai preso? O playboy não vai preso. Quem vai preso é o garoto que quer comprar um tênis, porque todo mundo quer ter tênis, Iphone... As pessoas estão passando fome...", respondeu a atriz, continuando:

"Tem uma coisa política: Por que o álcool é liberado? E o álcool mata. E o Rivotril (remédio usado para tratamento dos quadros de ansiedade, e que pode causa dependência) é o segundo remédio mais consumido no Brasil".

Nesse momento, Narcisa interrompe Maria e solta: "Eu amo Rivotril. Sou a primeira do Rivotril" (risos).

"É importante a gente desestigmatizar o uso do remédio, eu também faço uso do Rivotril, ali numa emergência. Mas a gente precisa falar que hoje em dia o canabidiol tem melhorado a vida de muita gente...", finalizou Maria, enfatizando não ser uma pessoa com tanta "categoria" para falar sobre descriminalização da maconha.

Assista ao vídeo a partir dos 12 minutos:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos