Em Londres, Richarlison e Gabriel Jesus tentam garantir vaga na Copa do Mundo

Trocar de time em temporada de Copa do Mundo geralmente é uma decisão delicada. Implica colocar na balança o risco de perder espaço na nova casa, de levar tempo para se adaptar ao novo técnico, a uma nova maneira de atuar, e de como isso pode afetar a sonhada convocação para o Mundial.

Leia: 'Quero ficar no PSG', afirma Neymar após amistoso no Japão

Panorama Esportivo: Caixa confirma reunião com o Flamengo por Estádio no Gasômetro

Tudo isso foi levado em consideração e, mesmo assim, Gabriel Jesus e Richarlison toparam o desafio. Abriram mão do conforto que tinham no Manchester City e no Everton e migraram para dois rivais de Londres: Arsenal e Tottenham, respectivamente. Curiosamente, eles concorrem a uma vaga no ataque de Tite.

Do começo da temporada até a convocação, terão três meses para ratificar um lugar na lista de 26 jogadores. Possuem grandes chances, especialmente depois dos três nomes a mais que a Fifa permitiu que as seleções chamassem, mas não estão exatamente garantidos. Dependem do que acontecer daqui para frente.

Ter minutos em campo será fundamental. Neste sentido, Gabriel Jesus parece ter feito uma escolha mais segura. O brasileiro desembarcou nos Gunners com status de principal atacante do elenco para a temporada.

Richarlison, por outro lado, não goza necessariamente do mesmo prestígio. Ele chega a um Tottenham com duas referências técnicas ofensivas muito claras: o sul-coreano Son e o inglês Kane. Bom que é versátil e poderá preencher as lacunas que os dois deixarem.

— Ele deve jogar em qualquer uma das três posições de ataque. Vai depender muito de quem estiver jogando — afirma Charles Eccleshare, setorista do Tottenham no site The Athletic: — Jogará na direita se Kane e Son estiverem jogando.

Ainda que a versatilidade seja uma qualidade tanto de Gabriel Jesus quanto de Richarlison, ambos podem ser mais importantes para Tite hoje se tiverem boa sequência de jogos como homens de referência. Neste aspecto, Gabriel Jesus também parece ter tomado uma decisão mais acertada, camisa 9 e atuando mais centralizado nas partidas da pré-temporada do Arsenal.

Raphinha também muda

De certa forma, o destino de Gabriel Jesus e Richarlison está ligado ao de Raphinha, outro atacante da seleção que trocou de equipe na atual janela de transferências europeia. Considerado nome certo na lista de Tite para o Catar, o jogador foi para o Barcelona, defender o primeiro time grande da carreira. Aberto pela direita, é o favorito para herdar a posição que tanto Jesus quanto Richarlison já ocuparam na seleção. Se o começo no Camp Nou não for bom como se espera, pode reabrir a disputa na posição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos