Em meio à pandemia, fiéis fazem adaptações para celebrar Dia de São Judas Tadeu

Extra
·2 minuto de leitura
No dia de São Judas Tadeu, Santuário de Cosme Velho ficou de portas fechadas por conta da pandemia de Covid-19

Dia de São Judas Tadeu

No dia de São Judas Tadeu, Santuário de Cosme Velho ficou de portas fechadas por conta da pandemia de Covid-19

A festa de São Judas Tadeu, celebrada nesta quarta-feira, sofreu modificações por conta da pandemia de Covid-19. O Santuário no Cosme Velho, na Zona Sul do Rio, que costumava receber 20 mil visitantes no dia dedicado ao padroeiro, adaptou a programação. Pela manhã, foi realizada uma missa transmitida pela internet que contabilizou 7 mil visualizações, somando a audiência do Facebook e do Youtube. À tarde, uma carreata com a imagem do santo passou por algumas paróquias da região.

— A gente não queria isso, mas a realidade se impõem. Temos que seguir protocolos e estamos cuidados da saúde de todos. Mas ano que vem vai ser maravilhoso. É com essa fé que a gente celebra a missa de hoje — disse emocionado o padre Henrique Diegues no início da celebração.

Após incêndio: Hospital de Bonsucesso fecha as portas por tempo indeterminado a partir de 1º de novembro

Foi por meio de comentários nas redes sociais que fiéis fizeram preces e compartilharam agradecimentos.

"Quantos anos nessa data ia nessa gruta de São Judas, aí no Cosme Velho, agradecer graças alcançadas. Hoje estou longe, mas meu coração se enche de alegria por estar assistindo essa missa, pelo YouTube, nesse lugar tão abençoado e cheio de fé. Sao Judas, rogai por nós e livrai-mos do mal. Amém!", escreveu uma internauta.

Mesmo com as portas fechadas, algumas pessoas fizeram orações na frente do Santuário e foram abençoados com água benta. No Rio, a celebração também tem um significado especial para os torcedores do Flamengo, já que o santo é padroeiro do time.

Na paróquia dedicada ao santo na Penha, na Zona Norte, foram realizadas ao longo do dia algumas missas presenciais, com número reduzido e pessoas e uso obrigatório de máscara. A primeira celebração, às 7h, teve a presença do Arcebispo do Rio, Cardeal Dom Orani João Tempesta.

Apóstolo e primo de Jesus, Judas Tadeu atuou na evangelização da Síria, Armênia, Mesopotâmia e Pérsia. Ficou conhecido como o santo das causas impossíveis quando Santa Brígida da Suécia escreveu que Jesus lhe revelara que, quando o fiel quisesse obter favores difíceis de serem alcançados, deveria pedir pela intercessão dele.