Em meio à onda de frio, SP realizou 3.864 acolhimentos de pessoas em situação de rua

Onda de frio em SP liga alerta para situação de pessoas que dormem nas ruas; prefeitura distribuiu 3 mil cobertores ao longo do mês de maio (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Onda de frio em SP liga alerta para situação de pessoas que dormem nas ruas; prefeitura distribuiu 3 mil cobertores ao longo do mês de maio (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

Resumo da notícia

  • Prefeitura de SP realizou 3,8 mil acolhimentos de pessoas em situação de rua no mês de maio

  • Com onda de frio, administração municipal liga alerta para pessoas que dormem nas ruas da cidade

  • Ao longo de maio, foram distribuídos mais de 3 mil cobertores

A Prefeitura de São Paulo realizou 3.864 acolhimentos de pessoas em situação de vulnerabilidade desde o dia 5 de maio. O mês é o mais frio na cidade em 32 anos, o que gera uma preocupação com aqueles que vivem em situação de rua. As ações da administração municipal fazem parte da Operação Baixas Temperaturas 2022.

Entre as 20h30 de quinta-feira (19) e 7h de sexta (20), foram realizados 256 atendimentos pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social. Entre elas, 170 foram acolhidas e outras 86 recusaram ir para abrigos.

Desde o começo do mês, foram distribuídos mais de 3 mil cobertores pela Prefeitura, sendo 163 só na última madrugada.

Os centros de acolhida são montados em hotéis, centros esportivos e núcleos de convivência. A previsão é que a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social abra 2 mil novas vagas de acolhimento no total, sendo que cerca de mil já foram entregues.

A população em geral pode ligar para a Central 156 para solicitar uma abordagem social para pessoas em situação de rua.

Maio mais frio em 32 anos

A cidade de São Paulo tem o mês de maio mais frio em 32 anos. A capital paulista registrou 7ºC às 6h da última quarta-feira (18), a menor temperatura do ano – no Mirante de São Paulo, o registro foi de 6,6ºC. Antes, o dia mais frio havia sido também em maio, no dia 5, quando os termómetros marcaram 12,6ºC.

Antes de 2022, o ano mais gelado havia sido 1990. Na ocasião, em 19 de maio, a temperatura foi de 5,4ºC e, em 23 de maio, de 5,8ºC.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a temperatura mínima na cidade de São Paulo é mais o dobro do que marcadas os termómetros tanto em 2022 quanto em 1990: 14,7ºC.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos