Em número menor, manifestantes apoiam Lava Jato em várias cidades do país

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As manifestações desde domingo em várias cidades do país em favor da Lava Jato reuniram um menor número de pessoas do os anteriores em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, disseram relatos da mídia local.

Houve manifestações em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Brasília e muitas outras cidades. Os protestos foram convocados pelos movimentos Brasil Livre e Vem Pra Rua, os mesmos que lideraram as manifestações pelo impeachment.

No Rio de Janeiro, os protestos ocorreram pela manhã na orla de Copacabana, com manifestantes carregando faixas e cartazes com dizeres a favor da Lava Jato e contra o caixa 2 e o foro privilegiado.

O ato foi embalado por carros de som. Muitas pessoas vestiram verde amarelo e carregavam a bandeira do Brasil. A Polícia Militar acompanhou o ato na capital carioca, mas não divulgou uma estimativa de participantes.

"Não importa quantas pessoas tenham e de que idade. Nós não podemos perder a vontade e o direito de nos indignar e lutar por um Brasil melhor e mais justo" afirmou o aposentado Fernando Santos, em Copacabana.

Na capital paulista, os manifestantes se reuniram à tarde na avenida Paulista, que aos domingos é fechada para carros. A Polícia Militar não divulgou uma estimativa de participantes.

(Por Rodrigo Viga Gaier; Edição de Raquel Stenzel)