Em obra de rodovia de SP, caminhão é transportado pelo ar

MATHEUS MOREIRA
***ARQUIVO***CARAGUATATUBA, SP, 17.05.2019: Trecho interditado da Rodovia Tamoios, em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo. (Foto: Thales Stadler/ABCDigipress/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em obras desde 2013, a duplicação da Rodovia dos Tamoios, que liga São José dos Campos a Caraguatatuba, ganhou um desdobramento curioso nesta quarta (15). O governador do estado, João Doria (PSDB), publicou em suas redes sociais um vídeo de um caminhão betoneira (que transporta cimento para obra) sendo carregado no ar por um teleférico para "não desmatar a vegetação nativa" no entorno da obra. Segundo Doria, o vídeo "reflete nossa preocupação com o meio ambiente". 

A entrega dos dois trechos da duplicação, os contornos norte e sul, estava prevista, respectivamente, para 2016 e 2017. A publicação do governador dá a entender que as obras, paralisadas desde 2018, serão retomadas. 

Em março deste ano, as obras estavam 76,4% concluídas, segundo a Secretaria de Logística e Transportes. Até aquele momento, havia sido gasto R$ 1,4 bilhão, valor superior ao R$ 1,35 bilhão previsto no processo de licitação de 2012, sob a gestão de Geraldo Alckmin (PSDB). 

Segundo balanço divulgado em 2017, após o início das obras, R$ 1,9 bilhão tinha sido repassado à Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Ainda sob a gestão de Alckmin, o custo total estimado para a obra chegou a R$ 3 bilhões.