Manchester City vence Aston Villa (2-1) e fica mais perto de conquistar a Premier League

·3 minuto de leitura

O Manchester City deu mais um passo rumo ao título da Premier League ao vencer o Aston Villa por 2 a 1 nesta quarta-feira, enquanto o Tottenham fechou uma semana muito agitada com uma vitória sobre o Southampton (2-1).

Após a surpreendente derrota para o Leeds (2-1) e uma eliminação nas semifinais da Copa da Inglaterra diante do Chelsea (1-0), embora com uma vaga garantida nas semifinais da Champions, o City continua sua corrida rumo ao título do campeonato inglês com a vitória na partida desta quarta, correspondente à 32ª rodada.

Apesar do gol sofrido após 20 segundos de jogo, o segundo mais rápido de sua história, o City somou três pontos que lhe permitem deixar o United onze pontos atrás, enquanto os 'Red Devils' têm 6 jogos pela frente.

O triunfo também permite aos 'Citizens' adoçar o episódio amargo da Superliga europeia, embora a sua imagem continue manchada assim como a das outras cinco equipas inglesas dissidentes que integram o chamado 'Big 6'.

O próprio Pep Guardiola atacou o conceito de competição semifechada, avaliando que isso "não é esporte".

Mas em Birmingham, seus jogadores mostraram que continuam focados no objetivo esportivo, mesmo que o sonho de conquistar os quatro títulos na temporada tenha evaporado no último fim de semana.

Phil Foden (22) após uma rápida transição iniciada pelo goleiro brasileiro Ederson, e o espanhol Rodri, de cabeça (40), viraram o placar.

Nem a ausência de Kevin de Bruyne, lesionado, nem a merecida expulsão de John Stones pouco antes do intervalo evitaram que o City conquistasse os três pontos. Neste domingo o time buscará seu primeiro título da temporada na final da Copa da Liga contra o Tottenham.

- Tottenham volta a vencer -

Após uma semana agitada marcada pela lesão de Harry Kane, a demissão de José Mourinho e o fiasco da tentativa de criar a Superliga, o Tottenham conseguiu derrotar o Southampton (2-1) dando vida aos seus sonhos europeus, em outro jogo desta quarta-feira, correspondente à 29ª rodada da Premier League.

Os 'Spurs' assumiram a sexta colocação e se beneficiaram da recente derrota do West Ham (5º) e o empate do Chelsea (4º) já que agora está a apenas dois pontos da quarta posição ocupada pelos 'Blues', que classifica para a Liga dos Campeões.

Sem o astro Harry Kane, lesionado contra o Everton (2-2), o Tottenham teve a estreia do seu técnico interino Ryan Mason. O resultado traz uma dose a mais de confiança a poucos dias da final da Copa da Liga no domingo, contra o Manchester City.

Mason se tornou, aos 29 anos, o treinador mais jovem da história a comandar uma equipe na Premier League.

Os 'Saints' saíram na frente com uma cabeçada de Danny Ings (30).

Gareth Bale, que havia perdido a confiança de Mourinho, deu o ar da graça com um gol aos 60 minutos deixando tudo igual.

Depois de um gol anulado do sul-coreano Son Heung-Min por impedimento do brasileiro Lucas Moura, o VAR confirmou um pênalti para o time da casa no fim da partida, que o sul-coreano se encarregou de converter (90) chegando assim ao seu 20º gol na temporada.

hap/iga/mcd/aam