No primeiro pronunciamento eleito, Lula promete governar para todos os brasileiros

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, fez um discurso em tom de união e prometeu governar para todos os brasileiros no primeiro pronunciamento após o resultado das eleições deste domingo.

— A partir de 1o de janeiro de 2023 vou governar para 215 milhões de brasileiros e brasileiras e não para só aqueles que votaram em mim - afirmou.

No discurso, Lula afirmou que não enfrentou um candidato, mas a máquina do Estado brasileiro colocada a serviço do candidato da situação para evitar que ele ganhasse. Lula agradeceu a ex-candidata à presidência pelo MDB, Simone Tebet, que aderiu à sua candidatura no segundo turno.

— Não enfrentamos um adversário, mas a máquina do estado brasileiro colocada a serviço do candidato da situação para evitar que nós ganhássemos as eleições. Quero agradecer ao povo brasileiro que votou em mim, que se dignou a cumprir com o compromisso de cidadania — afirmou Lula, que disse que se considera um cidadão que teve um processo de ressurreição.

— Porque tentaram me enterrar vivo — disse.

O presidente eleito também agradeceu a Deus.

— Quero começar esta pequena fala com agradecimento a Deus. A vida inteira sempre achei que ele foi muito generoso comigo, permitindo sair de onde eu saí e chegasse onde eu cheguei — afirmou.

Lula disse vai governar o país numa "situação muito difícil", mas que conta com a ajuda do povo para encontrar uma saída para que o brasil viva democraticamente.

— Estou aqui para governar este país governar numa situação muito difícil. Mas tenho fé em Deus que com ajuda do povo vamos encontrar uma saída para este país viver democraticamente, harmoniosamente e r

O presidente eleito lembrou que o Brasil chegou ao final de uma das eleições mais importantes de sua história, e que essa não é uma vitória dele e do PT. Mas sim de um imenso processo democrático, que se formou acima dos partidos políticos, para que a democracia fosse vencedora.

- Nesse dia 30, a maioria do povo brasileiro decidiu que deseja mais e nao menos respeito e entendimento entre os brasileiros, mais e não menos igualdade, liberdade e fraternidade em nosso país - declarou Lula, afirmando que entende que a democracia não é apenas uma palavra ou lei, mas sim algo palpável.estabelecer a paz entre as famílias e divergentes - afirmou Lula.

Lula prometeu que "a roda da economia vai voltar a girar" com os pobres fazendo parte do Orçamento, com todos os objetivos possíveis aos micro e pequenos empreendedores para que eles possam oferecer seu potencial criativo.

Também disse que irá combater a violência contra as mulheres e prometeu enfrentar sem trégua o racismo, o preconceito, a discriminação, "para que brancos, negros e indígenas tenham os mesmos direitos e as mesmas oportunidades".

Lula também prometeu retomar o monitoramento e a vigilância da Amazônia. Disse que será possível gerar rqiueza sem destruir o meio ambiente. Disse que seu governo terá comprimisso com os povos indígenas.

— O Brasil e o planeta precisam da Amazônia viva. Vamos retomar o monitoramento e vigilância da Amazônia e provar, mais uma vez, que é possível gerar riqueza sem destruir o meio ambiente. Sempre sobre a liderança do Brasil, sem jamais renunciarmos nossa soberania. Queremos pacificação ambiental - completou.