Em resposta à investida de Lula, MDB divulga manifesto a favor de Tebet assinado por dirigentes de 19 estados

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Após uma ala do MDB anunciar apoio à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dirigentes da sigla em 19 estados divulgaram manifesto ratificando o compromisso com a candidatura de Simone Tebet à presidência da República.

Impasse: MDB sinaliza que pressão do PT contra candidatura de Tebet pode atrapalhar apoio no segundo turno

Palanques: Em triunfo de Ciro sobre PT, PDT escolhe Roberto Cláudio como pré-candidato ao governo do CE

“Esse compromisso faz jus à decisão tomada, em outubro 2019, em Convenção Nacional, em favor de uma posição de independência ao atual governo e também o resgaste do protagonismo do MDB com seus valores e bandeiras”, diz trecho do documento, divulgado na manhã desta terça-feira.

O manifesto é assinado pelo presidente nacional do partido, o deputado Baleia Rossi (SP), o presidente da Fundação Ulysses Guimarães, Alceu Moreira, e o primeiro vice-presidente nacional, Confúcio Moura. Caciques do partido também assinaram o documento, como Romero Jucá, Pedro Simon e Jarbas Vasconcelos.

A carta vem na esteira de uma reunião ocorrida na segunda-feira em São Paulo, entre Lula e lideranças do MDB. No encontro, o petista recebeu apoio de lideranças emedebistas em 11 estados, que estariam dispostos a endossar a candidatura de Lula em detrimento da de Tebet. A convenção nacional do MDB que deve confirmar a candidatura própria está marcada para o dia 27 de julho, de forma virtual.

Líderes do partido afirmam que esta investida do PT ao MDB pode atrapalhar uma negociação para um eventual apoio de Tebet e da legenda a Lula em um caso de segundo turno contra Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos