Em dia de sol, isolamento cai e número de pessoas aumenta 22% nas ruas do Rio

David Barbosa
Movimento no ArpoadorFoto Roberto Moreyra / Agência O Globo

RIO - Dia de outono com bom tempo, a sexta-feira fechou a semana com mais cariocas saindo às ruas. Até as 16h, o Centro de Operações Rio havia registrado 11.700 pessoas circulando pela cidade, um aumento de 22,4% em relação à quinta, quando havia 9560 pedestres nas vias públicas. Consequentemente, a taxa de isolamento social caiu: às 18h, a capital registrava um índice de 76%. Na quinta, era de 81%.

Na orla da cidade, ciclistas e surfistas aproveitavam o sol para se exercitar. Na Barra da Tijuca, pelo menos sete surfistas foram flagrados pegando onda ao mesmo tempo, enquanto, na ciclovia, alguns pedalavam. No mar do Leblon, banhistas se refrescavam com um mergulho; no calçadão, pessoas caminhavam, parte delas sem máscaras. A cena também se repetiu em Ipanema.

A queda no isolamento é ainda maior se comparada à última sexta-feira, quando foi registrado um índice de 86% na capital. Os números são baseados num levantamento feito pela prefeitura, em parceria com a empresa Cyberlabs, a partir de câmeras de trânsito espalhadas pela cidade. Entre os bairros analisados, Botafogo é o que apresentava menor isolamento social: 63% nesta sexta-feira, uma queda considerável em relação à quinta (71%). Em seguida, vinha Jacarepaguá, com 68%. Um dia antes, o bairro registrava 72%.

Nos dois dias, ambos eram os únicos bairros analisados que apresentavam isolamento menor que 75%. O índice representa a porcentagem de pessoas a menos nas ruas em relação a um dia normal antes da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com outro levantamento realizado pela prefeitura, desta vez a partir do sinal de celular de usuários da operadora TIM, Campo Grande foi o campeão em aglomerações nos últimos dois dias: até as dez da manhã de quinta, eram mais de 8.600 pessoas nas ruas. Nesta sexta, apesar de o número ter caído para 5.510 transeuntes, o bairro ainda estava bem à frente do segundo colocado, Guaratiba, onde 4.460 cariocas circulavam. Em seguida, vinham Rocinha (4.389), São Cristóvão (4.310) e Santa Cruz (4.200).

Nosso objetivo é criar um local seguro e atraente para os usuários se conectarem a interesses e paixões. Para melhorar a experiência de nossa comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos.