Em SP, 100% dos idosos com mais de 65 anos já estão com vacinação completa contra a covid-19

·2 minuto de leitura
An elderly citizen holds a cardboard, that reads:
Maioria dos idosos acima de 60 anos já terminaram ciclo de vacinação e estão recebendo dose adicional em SP (Foto: REUTERS/Carla Carniel)
  • SP tem 100% da população com mais de 65 anos com a imunização completa contra a covid-19

  • Estado já aplicou mais de 58 milhões de doses de vacinas contra a covid-19

  • SP apresenta queda no número de novos caso e mortes em decorrência do coronavírus

O estado de São Paulo já completou a imunização de 100% dos idosos com mais de 65 anos. Entre aqueles que têm de 60 a 64 anos, o índice está em 93,52%. 

Veja como está o índice de vacinação completa em cada faixa etária: 

  • 12 a 19 anos: 3,58%

  • 20 a 24 anos: 29,29%

  • 25 a 29 anos: 48,92%

  • 30 a 34 anos: 55,18%

  • 35 a 39 anos: 48,52%

  • 40 a 44 anos: 45,17%

  • 45 a 49 anos: 51,82%

  • 50 a 54 anos: 64,99%

  • 55 a 59 anos: 74,65% 

  • 60 a 64 anos: 93,52%

  • 65 a 69 anos: 101,70%

  • 70 a 74 anos: 104,84%

  • 75 a 79 anos: 107,51%

  • 80 a 84 anos: 103,77%

  • 85 a 89 anos: 110,39% 

  • 90 anos ou mais: 100,67%

"A meta, pela Organização Mundial da Saúde, é de 90%, mas, na população de 65 anos a 90 anos ou mais nós atingimos mais de 100% dessa meta, mostrando que a população, de fato, confia na vacina", afirmou Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Vacinação. 

Leia também:

A expectativa é que nos próximos dois dias o estado chegue a quase 100% de imunização completa entre pessoas de 60 a 64 anos. Agora, o estado de São Paulo, idosos com mais de 60 anos estão recebendo, de forma escalonada, a dose adicional. 

Até o momento, o estado de São Paulo aplicou 58 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo: 

  • 35,9 milhões de primeira dose

  • 20,8 milhões de segunda dose 

  • 1,5 milhão de dose única

  • 113 mil de dose adicional 

Segundo o governo estadual, 97,38% dos adultos receberam a primeira dose, enquanto 61,82% estão com o esquema vacinal completo. O secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, comemorou os números registrados no estado. 

"Temos notícias muito boas na área na saúde, isso é resultado da nossa ampla capacidade de vacinar nos 645 municípios mais a importância da confiança da população na vacinação", afirmou. Gorinchteyn anunciou que o estado tem 32,86% dos leitos de UTI ocupados. O estado registrou ainda queda no número de novos casos (70,5%) e de mortes (34,7%) em relação à última semana epidemiológica. 

O número de hospitalizações teve alta de 0,3%. "Mas, isso tem como justificativa uma desmobilização importante do número de leitos, para que pudéssemos acolher e dar atenção a outras doenças", justificou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos