Em SP, 55% dos beneficiários de programas sociais retiraram kit de TV digital

Flavia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil

Na véspera do desligamento do sinal analógico de TV em São Paulo e em outros 38 municípios da região metropolitana, 63% das pessoas que têm direito a retirar o conversor para adaptar sua televisão ao sinal digital já fizeram o agendamento (1,3 milhão) e 55% já retiraram o kit (1,1 milhão), de acordo com a Seja Digital, entidade responsável pela transição da TV aberta analógica para a nova fase. A previsão era de que o sinal fosse desligado à meia-noite de ontem, mas esse prazo foi esticado para as 23h59 de hoje (29).

Famílias beneficiárias de programas sociais do governo federal têm direito a retirar o kit - que contém conversor, antena e cabos - gratuitamente. Os kits continuarão a ser distribuídos até 45 dias após o encerramento das transmissões analógicas. Com o fim dessas transmissões, a previsão é de que o índice da população coberta por algum tipo de sistema de recepção de sinal de TV chegue a 95%. Isso inclui, por exemplo, os domicílios que têm TV parabólica.

Das famílias inscritas no Bolsa Família, 91% já contam com o sinal de TV aberta digital e, nos demais programas sociais, o percentual é de 89%.

Para retirar o kit, basta fazer o agendamento da data, horário e local pelo número 147 ou pela internet. No dia de buscar o equipamento, é preciso levar o número de protocolo do agendamento, o CPF ou o NIS (Número de Inscrição Social). A instalação deve ser feita pelo próprio usuário.