Em vídeo, Cidadania defende terceira via para 2022 e critica os governos Lula, Dilma e Bolsonaro

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 13.12.2019: Roberto Freire, presidente nacional do partido Cidadania. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 13.12.2019: Roberto Freire, presidente nacional do partido Cidadania. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Um vídeo publicitário elaborado a pedido do presidente do Cidadania, Roberto Freire (PE), defende uma terceira via para 2022 com o mote "bora fazer juntos um futuro melhor para o nosso país".

O Cidadania é um dos entusiastas de uma eventual candidatura do apresentador Luciano Huck e tenta atrair o global para se filiar à sigla.

O vídeo mostra imagens e trechos de gravações com frases polêmicas de Dilma Rousseff (PT), uma fala em que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirma ser honesto e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dizendo que "acabou com a Lava Jato".

"O passado volta para assombrar", diz o narrador seguido de montagens com fotos da malevóla, bruxa do desenho da Branca de Neve, com o rosto de Dilma.​

O presidente Jair Bolsonaro é criticado pela condução da pandemia e pela volta da fome no país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos