Em vídeo, Temer acusa Alckmin de falsidades

TALITA FERNANDES
(Foto: Cesar Itiberê/PR)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Fora da campanha eleitoral, o presidente Michel Temer usou suas redes sociais para divulgar um vídeo em resposta às críticas do tucano Geraldo Alckmin ao seu governo.

"Se você vier a ganhar a eleição, essa base será a sua base governamental", disse.

A mensagem de dois minutos foi divulgada no Twitter de Temer, que se dirigiu em tom irônico ao presidenciável tucano.

"Me dirijo a você pelas falsidades que tem colocado no seu programa eleitoral e eu não posso silenciar em homenagem ao povo brasileiro", diz.

Temer citou três de seus ex-ministros que hoje estão na coligação do PSDB: Mendonça Filho (DEM), Marcos Pereira (PRB) e Ricardo Barros (PP). Citou ainda o PTB, que comandou a Trabalho.

"Você diz que a educação foi um desastre. Você sabe quem foi o meu ministro? O Mendonça Filho, que é do DEM, partido que apoia a sua candidatura", afirmou em tom de deboche.

Eduardo Jorge admite diferenças com Marina, mas defende projeto da Rede
Ibope: Bolsonaro lidera, mas perde de quase todos no segundo turno
Casas Bahia não vão suspender vendas a eleitores de Ciro

Por último, Temer lembrou ter apoiado o tucano em outras disputas eleitorais.

"Eu me lembro, Geraldo, quando você foi candidato a governador, a presidente, nas vezes em que eu te apoiei, especificamente para esses cargos, eu acho que você era diferente. Não atenda ao que dizem os seus marqueteiros, atenda apenas à verdade."