Em vídeos, Datena desiste de candidatura, volta atrás e reafirma que concorrerá ao Senado

O apresentador José Luiz Datena publicou um vídeo em uma rede social do seu programa Brasil Urgente, neste sábado, em que sinalizava desistir de sua pré-candidatura ao Senado por São Paulo por "resistências de alguns políticos" a seu nome. Em seguida, porém, desistiu de desistir. Em outro vídeo publicado logo depois, Datena reafirmou que se mantinha na disputa, amparado pela "confiança do povo de São Paulo e do Brasil". A série de declarações virou um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Leia: De volta dos EUA, Doria anuncia futuro político no dia 13 e gera apreensão no PSDB

Política: Filho de titular da Saúde, Queiroguinha ganha status de 'autoridade' em agendas de outros ministros

Datafolha: número de eleitores que se identificam com esquerda aumenta e direita encolhe, aponta pesquisa

Datena tem histórico em desistir de concorrer a cargos na política. Nas três últimas eleições, o jornalista se predispôs a concorrer a cargos de senador, prefeito e vice-prefeito, mas acabou desistindo das candidaturas.

No primeiro vídeo, Datena disse que reconsideraria a ideia de se candidatar, sem citar nomes de quem o estaria rejeitando. "A política e alguns políticos continuam me rejeitando. Por isso, de verdade, eu prefiro continuar representando o povo onde sempre representei. Muito obrigado pelo carinho", afirmou o apresentador do programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes.

No mesmo vídeo, o apresentador lembrou que continua liderando as pesquisas de intenção de voto ao Senado e que, pela vontade do povo de São Paulo, seria eleito.

"Meus amigos e minhas amigas. Eu continuo liderando todas as pesquisas de intenção de voto para o Senado de São Paulo. Significa que hoje o povo de São Paulo me elegeria o seu senador", disse no vídeo.

Mas em outros dois vídeos publicados logos após essa declaração, o apresentador voltou atrás. "Exatamente pela sua confiança, povo de São Paulo, que eu reafirmo a minha pré-candidatura ao Senado, ao lado do Tarcísio de Freitas. Este é um recado principalmente a pretensos aliados do presidente que parecem estar fazendo campanha exatamente para o adversário, ou os adversários".

O apresentador deve disputar a eleição pelo PSC, na chapa para o governo de Tarcísio de Freitas (Republicanos).

A pré-candidatura de Datena foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) no dia 15 de maio, em São Paulo, durante almoço na casa do ex-presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

Datena, que esteve presente no almoço e discursou aos presentes, afirmou ao GLOBO que só não seria candidato "se morrer" ou se Bolsonaro e Tarcísio desistirem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos