União Africana condena agressões racistas contra africanos na Índia

Nairóbi, 29 mar (EFE).- A União Africana (UA) condenou nesta quarta-feira os recentes ataques contra estudantes africanos nos arredores de Nova Délhi, a capital da Índia, que deixaram vários feridos e detidos esta semana.

"Lamentamos a violência ocorrida esta semana nos distúrbios que começaram na segunda-feira, que tiveram como vítimas africanos de várias nacionalidades, particularmente nigerianos", afirmou a UA em um comunicado, que fala de várias mortes durante ataques na capital e em outras cidades da Índia.

"A Comissão da UA faz um pedido às autoridades indianas para que ofereçam apoio necessário aos feridos", acrescentou a organização no texto, que também solicitou ao governo indiano uma investigação rápida sobre ocorrido e que os responsáveis sejam levados à Justiça.

Além disso, a UA pede que a Índia tome todas as medidas necessárias para proteger os milhares de africanos que vivem no país asiático, que sofrem regularmente humilhações racistas e são associados ao tráfico de drogas e à prostituição por uma parte da população local. EFE