Polícia prende autores de tentativa de atropelamento de militares na França

(Atualiza com novos detalhes da investigação).

Paris, 29 mar (EFE).- Duas pessoas que na manhã desta quinta-feira tentaram atropelar um grupo de militares ao lado de um quartel em Varces, na França, foram presas pela Gendarmaria, de acordo com informações passadas pelas fontes oficiais à Agência Efe.

A Polícia informou no Twitter que estava fazendo verificações para determinar se o homem, que dirigia o carro e foi detido no estacionamento de um mercado em Grenoble, "era o motorista no momento dos fatos". O órgão também indicou que a proprietária do veículo foi detida em Échirolles, nos arredores da cidade.

O Comando Militar de Lyon tinha dito pouco antes, em comunicado, que o autor do ataque estava "acompanhado de uma passageira".

O chefe do Estado Maior da Brigada de Infantaria de Montanha número 27 - de onde são os militares atacados -, Alain Didier, disse que o incidente começou às 8h45 (horário local, 3h45 em Brasília) quando militares que praticavam esporte perto do quartel foram ameaçados e insultado pelo motorista de um carro. Pouco depois, o mesmo aconteceu com um segundo grupo da brigada, que também foi alvo de uma tentativa de atropelamento. Os soldados se salvaram se protegendo atrás de outro carro.

"Nenhum militar ficou ferido", ressaltou o coronel Didier, que não quis responder quais insultos foram ditos.

Ele informou que o Ministério Público (MP) de Grenoble, que se encarrega da investigação, abriu um procedimento por tentativa de homicídio. Perante uma possível motivação terrorista por trás do caso, o MP de Paris, que centraliza todas as investigações sobre terrorismo na França, indicou à Efe que está avaliando os fatos em parceria com os responsáveis pelo MP de Grenoble. EFE