Embraer reduz prejuízos no terceiro trimestre

·2 min de leitura
O avião Embraer 190 F-HBL do grupo Air France-KLM (AFP/GEOFFROY VAN DER HASSELT)

A fabricante de aviões brasileira Embraer reportou nesta sexta-feira (5) um prejuízo líquido de R$ 234,2 milhões (US$ 45 milhões) no terceiro trimestre do ano, marcando uma recuperação em relação ao mesmo período de 2020, quando a pandemia atingiu o setor com força.

A recuperação é de 64% em relação à perda de R$ 649 milhões (US$ 121,2 milhões) registrada entre julho e setembro de 2020.

"Os números do terceiro trimestre de 2021 consolidam o processo de recuperação da Embraer e demostram que o foco e a disciplina na execução do plano estratégico de longo prazo já apresentam resultados tangíveis", destacou a empresa.

A redução de prejuízos se baseia no crescimento da receita e da carteira de pedidos "semelhante ao nível pré-pandemia", com a melhora contínua das margens da empresa.

"Em um ano de recuperação, além de vendas e entregas, os projetos de ganho de eficiência têm sido um elemento-chave para a melhora do desempenho da Companhia", disse a Embraer.

No segundo trimestre, a Embraer reportou um lucro de R$ 438,1 milhões (US$ 87,9 milhões).

A terceira fabricante mundial de aviões, atrás da Airbus e da Boeing, informou também um fluxo de caixa positivo no terceiro trimestre pela primeira vez em uma década, de R$ 123,3 milhões (US$ 21,3 milhões).

A fabricante teve uma receita líquida de R$ 5.010,4 milhões (US$ 958,1 milhões) no período, um crescimento de 26,3% sobre o mesmo prazo de 2020, com aumentos de dois dígitos em todos os segmentos de negócios.

A Embraer destacou sua "sólida atividade comercial", com pedidos que acumularam 20% de alta no decorrer do ano.

Em 2021, a empresa entregou um total de 86 aviões, 100% a mais de entregas de aviões comerciais, e 25% a mais de jatos executivos em relação a 2020.

mls/app/yow/aa/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos