Emerson Royal sofre assalto com troca de tiros em Americana

Emerson Royal passa férias no Brasil após temporada de estreia no Tottenham. Foto: Tottenham Hotspur FC/Tottenham Hotspur FC via Getty Images
Emerson Royal passa férias no Brasil após temporada de estreia no Tottenham. Foto: Tottenham Hotspur FC/Tottenham Hotspur FC via Getty Images

O lateral direito do Tottenham, Emerson Royal, foi alvo de um assaltante armado em Americana, interior de São Paulo, nas primeiras horas da manhã de sexta-feira (3).

De acordo com o jornal local ‘O Liberal’, o jovem de 23 anos havia acabado de sair de uma boate em sua cidade natal, por volta das 3h e estava tirando fotos com um policial de folga quando um indivíduo apontou uma arma para ele enquanto exigia seus pertences.

Leia também:

29 tiros teriam sido disparados contra o agressor, um dos quais o atingiu nas costas. O assaltante foi levado para um hospital próximo do incidente.

O relógio e a corrente da estrela dos Spurs foram levados no incidente, mas recuperados após o frenético tiroteio. Apesar de bastante abalado, o jogador foi até a delegacia com o pai e o gerente para registrar um boletim de ocorrência.

“Estava comemorando e na saída aconteceu todo esse caso, que foi muito ruim. Uma cena de terror na verdade. Não desejo isso para ninguém”, contou o pai do jogador, Emerson Aparecido Leite de Souza.

Royal está atualmente de férias em seu país natal após uma impressionante campanha de estreia pelo Tottenham. O jogador de 23 anos fez 41 jogos em todas as competições após chegar do Barcelona em transação de 25,8 milhões de libras (mais de 155 milhões de reais) no verão passado. Os Spurs fizeram boa campanha na temporada e garantiram vaga para a Liga dos Campeões.

Royal tem sete jogos pelo Brasil, mas não foi chamado para amistosos contra Japão e Argentina nesta semana.

“Meu sonho é ir à Copa do Mundo”, disse ele no mês passado. “É o meu maior objetivo e não adianta esconder. É o meu sonho de infância. As coisas aconteceram muito rápido, mas acho que o que conta é a maturidade e a vontade de jogar. Eu tenho muito dos dois”, assegurou.

“Tenho que entregar em nível de clube para estar no elenco de Tite no final deste ano e tenho feito isso. Acredito que estou melhorando e continuarei melhorando com a gestão de Conte também”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos