Emirates pagará seguro de COVID-19 e até funeral de passageiros

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Guichê da Emirates protegido contra o novo coronavírus. (Foto: Karim SAHIB / AFP via Getty Images)
Guichê da Emirates protegido contra o novo coronavírus. (Foto: Karim SAHIB / AFP via Getty Images)

A companhia aérea Emirates, com sede em Dubai, nos Emirados Árabes, anunciou uma nova estratégia para aumentar o número de passageiros em meio à pandemia do novo coronavírus. A empresa vai incluir um seguro contra a COVID-19 a todos que voarem com ela.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O benefício já é válido, e continuará pelo menos até o dia 31 de outubro de 2020, segundo a empresa. As informações são do site Business Insider.

Leia também

O plano é o seguinte: se algum passageiro for diagnosticado com o novo coronavírus depois de ter viajado com a Emirates, a empresa pagará suas despesas médicas, num valor de até US$ 176 mil, ou cerca de R$ 908 mil. Além disso, vai arcar com cerca de US$ 118 (R$ 609) diários em custos de quarentena, como diárias em um hotel, por até duas semanas.

Por fim, no pior dos cenários, caso o passageiro morrer em decorrência do coronavírus, a Emirates vai pagar cerca de US$ 1,7 mil (R$ 9,1 mil) para custear o funeral dessa pessoa. O seguro tem validade até 31 dias depois de o passageiro ter feito a sua primeira viagem com a companhia, e é válido até se a viagem tiver continuado por outros trechos.

A medida vem em meio a uma das maiores crises já vividas pela empresa, e por todo o setor aéreo, com uma queda drástica na demanda por passagens aéreas, em meio à pandemia do novo coronavírus. Segundo o presidente da empresa, em entrevista ao Business Insider, a demanda por voos da Emirates caiu estrondosos 90%.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube