Emissora mexicana retira casal lésbico de novela de horário nobre: 'Público não está preparado'

·1 min de leitura

Baseada em uma história colombiana, de 2008, a Televisa estreou no horário nobre mexicano a trama "Mi fortuna es amarte". Um dos casais da novela original era formado por duas mulheres, mas na nova versão as personagens foram retiradas da trama. Preconceito pesou.

"Tinha um par de lésbicas na trama, mas nós tiramos. No horário das 20h30 já tínhamos visto a homossexualidade com dois homens, mas ainda não vimos com mulheres. Então, não sabíamos se era o momento adequado ou não, se o público estava preparado. Em caso de dúvidas, talvez você tenha que se abster", disse Nicandro Díaz, produtor da novela, em entrevista ao programa de rádio "Fórmula espectacular".

A novela foca na história de Natália (Susana González), uma mulher que vê o esposo fugir, no dia do seu aniversário de casamento, com a melhor amiga. Para além da decepção, a protagonista tem todo o dinheiro roubado dos negócios imobiliários que tinha com o marido. Mãe de duas filhas, ela precisa reunir forças para recomeçar. De volta a empresa, vê várias pessoas cobrando o dinheiro de volta, incluindo Vicente (David Zepeda), que perdeu a esposa vítima de um assalto. Em meio ao caos, os dois se apaixonam.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos