Emma Morano, a pessoa mais velha do mundo, morre na Itália aos 117 anos

ROMA (Reuters) - Emma Morano, que aos 117 anos foi considerada a pessoa mais velha do mundo e a última a nascer no século 19, morreu neste sábado, segundo a imprensa italiana.

Morano, que vivia no norte da Itália, nasceu em 29 de novembro de 1899, quatro anos antes do primeiro voo dos irmãos Wright.

Ela passou por três séculos, duas guerras mundiais e mais de 90 governos italianos.

De acordo com as agências ANSA e Agi, sua morte foi informada por amigos e familiares.

(Por Philip Pullella)