Empate em Jardinópolis (SC) dá vitória a candidato dois meses mais velho

Cleide Carvalho
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO -- O queparece improvável aconteceu na pequena cidade de Jardinópolis, noOeste de Santa Catarina: os dois candidatos a prefeito empataram,cada um com 748 votos, e a escolha do vencedor acabou sendo pelaidade. Mauro Risso, do MDB, venceu a disputa por ter nascido doismeses antes do rival Antoninho Bevilacqua (PT). Pela legislaçãoeleitoral, em caso de empate, é declarado vencedor o mais velho.

Risso, que tem 50 anos,nasceu em 9 de janeiro de 1970. Bevilacqua, no dia 7 de março domesmo ano.

O emedebista conta quea brincadeira surgiu na fila de votação. Ele e Bevilacqua votam namesma zona eleitoral e foram à urna no mesmo horário, perto do meiodia. Foi o irmão de um vereador da cidade quem quis descontrair aespera e se fez a pergunta: "E se der empate? Qual de vocês éo mais velho?".

-- Descobrimos ali, nafila, que temos a mesma idade, mas que eu era um pouco mais velho.Foi uma surpresa, ninguém nunca havia cogitado isso - conta Risso.

O prefeito eleito,porém, não imaginava que pudesse acontecer de fato um empate.Segundo Risso, nas pesquisas de intenção de voto encomendada pelopartido, ele tinha larga vantagem sobre o petista, com mais que odobro de votos do adversário.

Nas urnas, noveeleitores votaram em branco. Outros 19 foram votos nulos.

Risso ingressou napolítica em 2004, como vereador. Exerceu o mandato por apenas um anoe se tornou secretário de Educação. Em 2009 passou a sersecretário da Saúde e permaneceu no posto por 10 anos. Só deixou oposto este ano, para disputar pela primeira vez a Prefeitura domunicípio.

Caçula de sete irmãos,Risso nasceu no Rio Grande do Sul, mas a família se mudou para SantaCatarina quando ele tinha apenas seis meses.