Empresário baleado na Niterói-Manilha pode perder a visão de um olho

Rafael Nascimento de Souza
A vítima perdeu o controle do veículo após ter sido baleada

RIO — O empresário Paulo Alves Cardoso, de 67 anos, baleado na tarde desta terça-feira na Rodovia Niterói-Manilha (BR-101), na altura do bairro Itaúna, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, poderá perder a visão de um dos olhos. Ele — que foi baleado na cabeça — está internado no Hospital estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo. O estado de saúde de Paulo é considerado estável e ele deverá passar por uma cirurgia nas próximas horas. A Polícia Civil vai investigar se o crime foi uma tentativa de roubo ou de execução.

Morador de Cabo Frio, na Região dos Lagos, o empresário voltava para casa, após uma consulta médica no Rio. Ele faz um tratamento de saúde na capital fluminense há meses. No momento do crime, Paulo estava com a filha Ana Paula Cardoso.

Em entrevista à "TV Globo", Ana disse que um veículo preto parou ao lado do carro em que eles estavam e dois homens armados saíram e atiraram na direção do pai dela. Paulo perdeu o controle da direção e bateu em uma mureta.

— (Após eles fazerem isso) eu desci do carro correndo e fui parando as pessoas para me ajudar. Foi uma situação horrível — disse ela.

No começo da noite, o Hospital Alberto Torres informou que, o paciente está estabilizado, entubado e aguarda as próximas 24 horas para ver os próximos procedimentos a serem adotados.

O caso foi registrado na 72ª DP (São Gonçalo).