Empresário vítima de arrastão na Barra diz que criminosos foram extremamente agressivos: 'Me sentindo totalmente impotente'

Pouco mais de 48 horas após oito criminosos armados, três deles de fuzis, roubarem uma BMW 320, além de celulares, carteiras, relógios e outros pertences de pelo menos seis clientes que aguardavam na fila do drive-thru do McDonalds da Avenida José Silva de Azevedo Neto, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, mais um carro de luxo foi levado por bandidos no bairro. Por volta de 6h15 desta quarta-feira, dia 8, dois homens estavam em uma Mercedes Benz C300 foram rendidos por seis homens com pistolas no mergulhão da Avenida Armando Lombardi, na altura do Shopping Barra Point, quando seguiam em direção à Zona Sul da cidade.

De acordo com o empresário Claudio Roberto Daldaque Guimarães, de 43 anos, dessa vez os bandidos estavam em um carro que parecia ser um Jeep Renegade preto. Ao EXTRA ele contou que eles roubaram, além do seu carro, avaliado em cerca de R$ 300 mil, carteiras e celulares dele e de um amigo, além de pertences de outras pessoas que acessavam o mergulhão, inclusive chaves. Na delegacia, a vítima relatou que os criminosos eram jovens — o que o abordou ele acredita ter cerca de 27 anos, cabelo raspado, era magro e portava uma pistola prata. Eles fugiram também no sentido Zona Sul:

— Estava entrando no mergulhão quando fui fechado por outro veículo de onde todos saíram armados. Não tive o que fazer: levantei o braço, entreguei relógio e celular, me mandaram desbloquear a tela, gritaram “mata, mata!” e colocaram uma pistola na minha cabeça, achando que eu era policial. Antes de saírem, um deles ainda me mandou ensiná-lo a dirigir o carro porque ele tem uma manivela em vez de marcha, ao lado do volante. Eles foram extremamente agressivos e acredito que toda a ação não tenha demorado mais do que quatro minutos. Estou me sentindo totalmente impotente.

O arrastão na fila do McDonald’s ocorreu no início da madrugada de segunda-feira, quando bandidos de máscaras desembarcaram de veículos no estacionamento de uma farmácia, vizinha ao estabelecimento, e abordado as vítimas a pé. Também na 16ª DP, uma das vítimas contou estar com a namorada na fila em uma BMW quando cinco ou seis homens vieram em sua direção, gritaram: “Perdeu! Desbloqueia o celular! Não corre não!” e exigiram que ele colocasse a senha em seu aparelho Iphone 12 pro, o que foi prontamente atendido. O mesmo pedido foi feito a moça. Em seguida, eles colocaram as mãos em seus bolsos e subtraíram carteira, cartões bancários, relógios entre outros objetos pessoais.

Em nota, a Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que policiais militares do 31ºBPM (Recreio dos Bandeirantes) foram acionados para verificar roubo de veículo no mergulhão, fizeram uma varredura, mas não encontraram os bandidos.

A assessoria destacou que “o comando da unidade intensificou o policiamento na região com ações de repressão a crimes contra usuários das principais vias do bairro por meio de setores de Rádio Patrulhas e motocicletas. Além disso, a região também conta com reforço do Batalhão de Polícia de Choque, do Programa Bairro Presente e do Regime Adicional de Serviço (RAS). Equipes seguem com policiamento ostensivo e preventivo, atentas a qualquer movimentação atípica na região a fim de localizar e prender esses criminosos que insistem em tal delito”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos