Empresários otimistas nos EUA, embora situação varie por setor, aponta Fed

·1 minuto de leitura
Presidente do Fed, Jerome Powell
Presidente do Fed, Jerome Powell

As empresas americanas estão geralmente otimistas em relação às perspectivas econômicas graças a uma lenta recuperação que permite a alguns setores recontratar trabalhadores, mas a situação difere de acordo com o setor de atividade, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (21) pelo Federal Reserve (banco central americano). 

"A atividade econômica continua crescendo em todas as regiões", enfatiza o Fed em seu relatório de negócios, intitulado "Livro Bege".

Na maioria dos distritos, esta é uma taxa de crescimento de "leve a modesta". 

"A evolução da atividade varia muito de acordo com os setores" e a incerteza é grande, acrescentou. 

Os pedidos de crédito imobiliário estão em alta, de acordo com o estudo do final de setembro e início de outubro. 

No entanto, o setor imobiliário comercial se deteriorou, afetado por lojas e restaurantes atingidos pela pandemia, e por escritórios, em sua maioria vazios, mais de seis meses após as primeiras medidas de confinamento no país.

Em um ritmo lento, a situação do emprego melhora em quase todas as regiões, observa o Fed. 

Embora existam 12 milhões de pessoas inscritas no seguro-desemprego, os empregadores têm dificuldade em contratar devido ao temor dos trabalhadores por seus problemas de saúde e da disponibilidade de creches, já que muitas escolas não reabriram após as férias.

jul/vmt/lth/mr/ll/cc/mvv