Empresa abre vagas em tecnologia exclusivamente para mulheres

Extra
·1 minuto de leitura

As mulheres brasileiras ainda são minoria em áreas de tecnologia: elas são apenas 18% dos graduados em ciência da computação e 25% dos empregados em áreas técnicas de tecnologia e informação, segundo dados divulgados pelo programa YouthSpark, em 2019. Por isso, comprometida a combater a desigualdade de gênero em tecnologia, a escola referência em desenvolvimento webTrybe resolveu abrir vagas exclusivas para mulheres.

As posições são para instrutora de tecnologia e engenheira de dados. E a empresa pretende, até o final do ano, contratar 70 pessoas para esses cargos. As candidaturas podem ser feitas pelo site da Gupy.

“Queremos incentivar mais mulheres a virem para a área de tecnologia, por isso criamos esses processos seletivos exclusivos para pessoas que se identificam como mulheres!”, comenta Daniela Barrote, Talent Acquisition da Trybe.

Para quem for ocupar a posição de engenheira de dados, a missão é de construir uma arquitetura de dados robusta para que todas as pessoas colaboradoras consigam tomar decisões data-driven de forma confiável e a partir de uma fonte única de verdade.

As instrutoras de tecnologia, por sua vez, serão responsáveis pelo aprendizado técnico de estudantes.