Empresa americana pede desculpas por enganar funcionários com falso bônus de Natal

·1 minuto de leitura
O phishing é muito utilizado por hackers

Uma empresa americana pediu desculpas na quinta-feira depois de admitir que enganou os funcionários ao enviar um e-mail com um bônus de Natal em plena crise econômica, quando na realidade se tratava de um teste de segurança virtual.

"Entendemos que alguns funcionários ficaram irritados com a tentativa de 'phishing' e consideraram que foi insensível, pelo que pedimos desculpas", afirmou um porta-voz da GoDaddy, maior empresa de registros de domínios da internet no mundo.

"Embora o teste tenha simulado tentativas reais (de ataque cibernético) que estão em andamento, precisamos melhorar e mostrar mais empatia por nossos funcionários", acrescentou a empresa que tem sede no Arizona.

Quase 500 funcionários clicaram em meados de dezembro em um e-mail da GoDaddy que anunciava um bônus de Natal de 650 dólares e pedia que completassem um formulário com informações pessoais.

Dois dias depois, uma mensagem completamente diferente apareceu na caixa de entrada.

"Receberam este e-mail porque não passaram em nosso recente teste de phishing", escreveu o diretor de segurança do GoDaddy, de acordo com o jornal local Copper Courier.

O phishing, muito utilizado por hackers, consiste no envio de e-mails se fazendo passar por interlocutores conhecidos com o objetivo de obter informações que permitam a infiltração em determinados sistemas.

A iniciativa provocou muitas críticas no momento que milhões de americanos enfrentam dificuldades pela crise econômica provocada pela pandemia.

dax/vgr/ll/jvb