Empresa de blockchain estreia negócio de ativos digitais da Rússia com paládio

MOSCOU (Reuters) - A empresa russa de blockchain Atomyze informou nesta segunda-feira que lançou o primeiro token digital apoiado por paládio produzido pela Nornickel.

A Atomyze foi a primeira empresa russa a receber aval para negociar ativos digitais em fevereiro, enquanto o banco central russo há muito expressa ceticismo em relação às criptomoedas.

"O surgimento do token marca a entrada da economia russa em um novo período - a era da tokenização", disse o empresário Vladimir Potanin de sua Interros, um dos investidores da Atomyze e maior acionista da produtora de metais Nornickel.

"Diferente das criptomoedas não seguras, onde a tecnologia blockchain é usada para maximizar o anonimato do usuário, tokens industriais e outros são protegidos por ativos físicos e a tecnologia blockchain torna as transações seguras", adicionou.

O banco russo Rosbank, no qual a Interros também tem participação, e a corretora Vector X, se tornaram os primeiros investidores na plataforma, disse o Atomyze em comunicado.

(Por Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos