Empresa de criptomoedas Genesis demite 30% dos funcionários, diz fonte

BENGALURU, Índia (Reuters) - A empresa de criptomoedas Genesis cortou 30% de sua força de trabalho em uma segunda rodada de demissões em menos de seis meses, de acordo com uma fonte familiarizada com o assunto.

Várias empresas sofreram com a diminuição do apetite dos investidores por ativos digitais depois que corretora FTX entrou em colapso em setembro. Mais cedo nesta quinta-feira, o banco focado em criptomoedas Silvergate Capital anunciou redução do número de funcionários em 40%.

"Enquanto continuamos a enfrentar desafios sem precedentes da indústria, a Genesis tomou a difícil decisão de reduzir nosso número de funcionários globalmente", confirmou um porta-voz da empresa.

A Genesis, com sede em Nova York, demitiu 20% de seus funcionários em agosto. A empresa agora tem 145 empregados, disse a fonte, em comparação com 260 antes das duas rodadas de cortes.

O braço de empréstimos da empresa, o Genesis Global Capital, congelou os saques de clientes em novembro, citando "deslocamento sem precedentes do mercado" após o colapso da FTX.

Em uma carta aos clientes na quarta-feira, a Genesis disse que estava encontrando uma solução para a crise em seu negócio de empréstimos, mas que precisaria de mais tempo.

Taxas de juros mais altas e preocupações com uma desaceleração econômica também aumentaram a pressão sobre a indústria de criptomoedas, à medida que os investidores fogem de ativos de risco.

(Por Niket Nishant e Manya Saini)