Empresa de NFTs cobra taxa de US$ 500 após enxurrada de spams

·2 minuto de leitura
A empresa voltou atrás e passou a cobrar uma taxa de US$ 10. Foto: Getty Images.
A empresa voltou atrás e passou a cobrar uma taxa de US$ 10. Foto: Getty Images.
  • Valor chega a mais de R$ 2,5 mil

  • Diversos usuários pregaram peça FTX ao enviar fotos de peixe para a plataforma

  • A empresa voltou atrás e passou a cobrar uma taxa de US$ 10

A corretora de criptoativos FTX passou a cobrar de seus usuários uma taxa de US$ 500 após serem vítimas de uma brincadeira: uma enxurrada de fotos de peixes. A empresa, que até então oferecia gratuitamente o serviço de emissão de NFTs, voltou atrás e passou a cobrar uma taxa mais modesta de US$ 10.

Os clientes da FTX resolveram pregar a peça apenas poucas horas depois de sua estreia. Sam Bankman-Fried, fundador e CEO da corretora, havia anunciado em sua conta do Twitter que a plataforma serviria para que pessoas pudessem criar, exibir e vender gratuitamente suas obras em NFT diretamente na bolsa dos Estados Unidos.

Leia também:

No entanto, o empresário foi pego de surpresa quando a FTX foi inundada com solicitações de criação de NFTs de fotos de peixes. “Devido ao grande número de inscrições, muitas das quais eram apenas a foto de um peixe, agora estamos cobrando uma taxa única de US$ 500 para publicar NFTs”, revelou Bankman-Fried através de um tuíte.

Os NFTs (sigla em inglês para “token não fungível”) têm se tornado cada vez mais atraentes, tanto para criadores quanto para investidores no mercado de artes. Através da tecnologia blockchain, trabalhos artísticos têm sua autenticidade verificada. Além de obras de arte digitais, inclusive tuítes ou memes podem ser vendidos no formato NFT. Recentemente, até mesmo obras de van Gogh e da Vinci e fotos inéditas de Chris Cornell tiveram cópias em NFT vendidas em leilões. No mês passado, um menino londrino de 12 anos faturou mais de R$ 800 mil com a venda de uma coleção de “baleias estranhas” que ele criou em NFT.

As informações são do Business Insider.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos