Empresa em Nilópolis imprime currículos gratuitamente para desempregados

Cíntia Cruz
1 / 3

INFOCHPDPICT000085886069

O atendente Welerson foi quem criou a iniciativa. Com o currículo na mão, Gustavo Assumpção aprovou a ideia

Em um ano e quatro meses, Welerson Barbosa Cupertino, de 25 anos, imprimiu cerca de 60 currículos para distribuir nas empresas que ofereciam alguma vaga de trabalho. Há cinco meses, o jovem finalmente conseguiu uma oportunidade como atendente de uma empresa de provedor de internet em Nilópolis, na Baixada Fluminense. Mas ele não descansou. Queria ajudar outras pessoas a conquistarem uma colocação. Foi então que Welerson sugeriu aos patrões que a loja da empresa imprimisse currículos gratuitamente. De cara, a ideia foi aprovada.

— Via pessoas desempregadas que não tinham como imprimir. Eu mesmo já inteirei impressão. Quando fiquei desempregado, tinha meus pais que me davam dinheiro para as impressões, mas tem gente que não tem com quem contar. Falei com um dos sócios e com minha supervisora, e eles só pediram para eu fazer um texto divulgando o serviço, que seria gratuito — conta, satisfeito, o atendente.

Depois que a novidade foi parar nas redes, Welerson se assustou com a repercussão. Por semana, a loja imprime mais de 400 currículos. O limite é de duas impressões por pessoa diariamente.

Assim que soube do serviço gratuito pelo Facebook, o técnico administrativo Gustavo Assumpção, de 21 anos, não pensou duas vezes. Desempregado há oito meses, ele correu para a loja em busca da ajuda:

— A impressão onde moro é muito cara. Compensou imprimir aqui. Graças a Deus existem pessoas que pensam no próximo. É muito difícil você correr atrás e não ter ninguém te ajudando.

Para o técnico em telecomunicações William Lisboa de Carvalho, de 50 anos, a ajuda foi dupla. Ele foi até a loja para imprimir o currículo gratuitamente e acabou ganhando um emprego lá mesmo. Wiliam, que estava desempregado há cinco anos, está no período de experiência há duas semanas.

— Estava fazendo bicos de obra. Quando vim imprimir o currículo, dois técnicos que estavam em experiência tinham faltado. O supervisor da área técnica viu meu currículo e perguntou se eu queria fazer um teste. Fiquei extasiado — comemorou Wiliam.

Quase não há restrição para tirar o documento. A supervisora de atendimento Camila Nascimento explica que qualquer pessoa consegue o serviço:

— A pessoa pode imprimir dois currículos num dia. Mas, se precisar de mais, pode voltar no dia seguinte e imprimir outras duas folhas. A gente só não aceita pendrive. Tem que mandar para o nosso email.

Depois que descobriu a iniciativa da loja, o técnico administrativo Thiago Lázaro Ramos, de 18 anos, virou um canal de divulgação.

— Achei a iniciativa muito legal. Vim com meus amigos há duas semanas. Depois, comecei a divulgar nas minhas redes e outros amigos já vieram — conta Thiago.

A loja fica na Rua Pedro Álvares Cabral 1.540, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Nilópolis.