Empresa excluída de licitação da bilhetagem eletrônica volta a disputar com liminar

Nova reviravolta na licitação para escolher a empresa que fará a gestão da bilhetagem eletrônica dos ônibus do município do Rio. O juiz em exercício na 16ª Vara de Fazenda Pública, André Pinto, concedeu liminar em favor do Consórcio Bilhete Digital para permanecer na disputa pelo contrato.

Na quarta-feira, a empresa havia sido excluída do processo pela comissão de licitação, que havia acolhido recurso da Sonda Mobility, terceira colocada, que questionou falhas na documentação apresentada pela concorrente.

No despacho, o juiz autorizou o consórcio a apresentar documentos complementares nesta sexta-feira "retornando ao processo de concorrência"".

A documentação deve se apresentada às 11 horas desta sexta-feira sessão para a abertura das propostas técnicas que detalham como as candidatas pretendem executar o contrato.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos