Empresa paga R$ 500 mil pelo seu rosto; entenda

Empresa busca voluntários para terem seu rosto copiados por robôs
Empresa busca voluntários para terem seu rosto copiados por robôs
  • Modelo facial será utilizado na fabricação de robôs de atendimento ao público;

  • Anúncio foi feito pela empresa Promobot;

  • Modelos da empresa já podem ser encontrados nos Estados Unidos e nos Emirados Árabes.

A empresa americana Promobot está disposta a pagar US$ 100 mil, ou R$ 509 mil, para quem oferecer seu rosto para ser usado por uma nova linha de robôs. A empresa afirmou que não há requisitos de idade ou gênero para os rostos, apenas que sejam rostos "amigáveis".

De acordo com a empresa, as máquinas chegarão ao mercado em 2023 e devem atuar no atendimento em hotéis e shoppings. Tudo está sendo feito em parceria com uma outra empresa americana que já trabalha no setor de shoppings e aeroportos.

Os robôs da Promobot já podem ser encontrados em alguns lugares no mundo, trabalhando como atendentes e recepcionistas no Aeroporto Internacional de Baltimore-Washington, nos EUA, e no shopping Dubai Mall, nos Emirados Árabes Unidos.

Para participar, basta se inscrever no site da companhia. De acordo com os termos, é preciso ter mais de 25 anos e auxiliar no desenvolvimento do robô, fornecendo ajuda nos modelos 3D da face e do rosto, além de 100 horas de gravações para que a voz do robô seja montada, além. É preciso também ceder para sempre os direitos de uso do rosto.

Empresa já foi processada pelo Exterminador do Futuro

No passado a empresa foi processada por Arnold Schwarzenegger, que interpretou um robô humanóide em Exterminador do Futuro. Segundo o ator e político americano, a empresa tentava desenvolver um robô com base em seu rosto.

Em uma carta enviada à promobot, o fisiculturista afirmou que isso “diminui sua merecida e arduamente conquistada reputação de grande estrela do cinema”. No processo, Arnold pediu também cerca de US$ 10 milhões (cerca de R$ 50 milhões atualmente).