Empresa de saneamento abre 350 vagas de emprego no Estado do Rio

A concessionária Rio+Saneamento vai abrir vagas de emprego em todo o Estado do Rio. A empresa, que faz parte do Grupo Águas do Brasil, vai atuar em 18 municípios do interior e 22 bairros da Zona Oeste do Rio. Ao todo, 350 vagas deverão ser preenchidas até o fim de julho, com início imediato.

Segundo o Grupo Águas do Brasil, os salários são alinhados ao mercado, e as oportunidades são para diversos níveis de escolaridade (de operacional à supervisão). "Para as vagas das áreas de operação e comercial, por exemplo, é necessário ter experiência na área de saneamento, com formação técnica e nível médio ou superior", informou a empresa.

Os interessados devem se candidatar pelo site Vagas.com. Entre os cargos disponíveis estão: apropriador de serviços, assistente técnico, auxiliar técnico, geofonista, operador de CCO, operador sistema, operador volante – distribuição, programador de serviços, técnico de automação II, técnico de operações II, técnico de operações II, técnico de operações II, ajudante geral, ajudante geral, eletricista industrial II, instalador água e mecânico II.

Municípios e bairros com as vagas

Os 18 municípios que integram são a Rio+Saneamento são: Bom Jardim, Carapebus, Carmo, Itaguaí, Macuco, Natividade, Paracambi, Pinheiral, Piraí, Rio Claro, Rio das Ostras, Rio de Janeiro (Zona Oeste), São Fidélis, São José de Ubá, Sapucaia, Seropédica, Sumidouro, Trajano de Moraes e Vassouras.

á os 22 bairros da Zona Oeste da cidade com as oportunidades são: Bangu, Barra de Guaratiba, Campo dos Afonsos, Campo Grande, Cosmos, Deodoro, Gericinó, Guaratiba, Inhoaíba, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Paciência, Padre Miguel, Pedra de Guaratiba, Realengo, Santa Cruz, Santíssimo, Senador Camará, Senador Vasconcelos, Sepetiba, Vila Kennedy e Vila Militar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos