'Brincadeira', diz dono de Mercedes que arrastou idosa vendedora de balões

William prestou depoimento e afirmou que arrancou com o carro como uma forma de "brincadeira". (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Empresário fechou o vidro da Mercedes e arrastou, por 100m, idosa vendedora de balões pelos braços, no DF

  • Em depoimento, ele e a amiga, que estava no banco do passageiros e segurou os balões, afirmaram que fizeram “uma brincadeira”

Em depoimento prestado à Polícia Civil do Distrito Federal, o empresário William Wesley Lelis Vieira diz que “fez uma brincadeira” ao acelerar a Mercedes-Benz que dirigia e arrastar uma idosa vendedora de balões, em Taguatinga.

As informações são do portal G1.

Leia também

“Ele afirmou que ‘só tinha R$ 25’, por isso fechou o vidro e que não percebeu que tinha arrastado a idosa”, afirmou o delegado Paulo Henrique de Almeida, que investiga o crime. Uma mulher que estava no banco do carona havia pegado três balões, que custariam R$ 30. De acordo com o delegado Paulo Henrique de Almeida, o condutor disse que “fez uma brincadeira” ao fechar o vidro e arrancar o carro sem pagar pelos balões.

Marina Izidoro de Morais, 63 anos, estava com os balões amarrados ao pulso, e três deles estavam dentro do carro. Quando a Mercedes disparou, a idosa foi levada e arrastada pelo asfalto por pelo menos 100 metros.

A idosa sofreu ferimentos no rosto, pernas e braços.

Balões estavam presos ao pulso da idosa, que foi arrastada por cerca de 100 metros e socorrida por testemunhas. (Foto: Reprodução)

O motorista disse que quando notou que “o carro estava muito pesado”, abriu o vidro e soltou os balões, revelou o delegado. A mulher, de 28 anos, que estava no veículo e segurou os balões contou a mesma versão aos policiais.

Conforme revelaram em depoimento, o casal pretendia “seguir por uns 100 metros com os balões”.

A vendedora arrastada pelo carro contou que o casal reclamou do preço dos balões e queria levar três pelo preço de dois. “Comecei a separar o balão e uma mulher que estava no banco do passageiro puxou o produto. Nesse momento, o motorista fechou o vidro e arrancou com o veículo.”

A investigação está sendo conduzida pela 12ª DP, também de Taguatinga.