Empresário, dono da Sestini, é sequestrado em SP; polícia procura pelos criminosos

Empresário foi levado para dois cativeiros diferentes onde foi ameaçado. (Foto: Getty Creative)
Empresário foi levado para dois cativeiros diferentes onde foi ameaçado. (Foto: Getty Creative)

O empresário israelense Alexandre Roberto Benedek, 53, dono da marca de malas e mochilas Sestini, foi sequestrado na tarde de quinta-feira (21), em Guarulhos, São Paulo.

Alexandre foi abordado por quatro homens quando saía do trabalho e foi levado a um cativeiro. Ele foi ameaçado pelos bandidos, que fizeram pequenas transferências bancárias da conta dele. Depois, Benedek foi levado para outro lugar, onde foram feitos novos saques de suas contas bancárias.

De acordo com o delegado Artur José Dian, diretor do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), Benedek estava dirigindo um Ford EcoSport quando foi interceptado pelos criminosos.

Na madrugada de sexta (22), a família do empresário procurou a polícia e e a Divisão Antissequestro do DOPE começou a investigar o seu sumiço. Já na manhã de sexta, os bandidos usaram o celular do empresário para mandar mensagem para a empresa dizendo que ele chegaria em poucos minutos e pedindo o envio de R$9 mil. Benedek foi liberado às 11h desta sexta-feira (22) na região de Parada de Taipas, na Zona Norte da capital, mesmo sem a transação ter sido realizada. O caso foi revelado pelo portal G1.

O Consulado de Israel em São Paulo disse que recebeu a informação do sequestro de um 'cidadão brasileiro-israelense' e que desde então esteve "em contato com as autoridades brasileiras, a polícia, a família e as entidades israelenses, de modo a acompanhar atentamente o decorrer do caso".

Por fim, o Consulado declarou que Benedek já se encontra em casa e cumprimentou "as autoridades e a polícia de São Paulo pelo excelente trabalho".

A polícia investiga quem seriam os sequestradores. Há suspeita em algumas quadrilhas que atuam na região de Osasco e Taipas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos