Empresário morre ao bater em carreta que bloqueava rodovia em MT

Empresário morreu em acidente causado por bloqueio de rodovias - Foto: Reprodução
Empresário morreu em acidente causado por bloqueio de rodovias - Foto: Reprodução
  • Empresário morreu após acidente em um dos bloqueios de rodovias pelo país

  • Osmar Wicholki não percebeu uma carreta parada durante a noite e bateu seu caminhão

  • Motorista do outro veículo não sofreu nenhum ferimento

Um empresário morreu na última segunda-feira (31) em Várzea Grande, em Mato Grosso, após bater seu veículo contra uma carreta que bloqueava a rodovia BR-364.

Dono de uma rede de supermercados, Osmar Alceu Wichoki foi vítima da interdição de estradas por todo o Brasil por parte de golpistas, revoltados com a derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas urnas.

O empresário dirigia um caminhão durante a noite, sob chuva, não teria percebido uma carreta parada no bloqueio e bateu violentamente.

Após o acidente, Osmar ainda ficou preso nas ferragens. Quando foi retirado do veículo pelos bombeiros, a vítima já estava sem vida.

De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo, o motorista da carreta atingida não sofreu ferimentos.

Bloqueio de estradas

Segundo balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) até o fim da tarde da última segunda-feira, havia 236 ocorrências em andamento nas rodovias federais, sendo 102 bloqueios parciais e 134 interdições totais de vias.

O Supremo Tribunal Federal (STF) ordenou, nas primeiras horas desta terça-feira, que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as polícias militares dos estados debloqueiem as rodovias ocupadas de forma irregular.

A definição acompanha a decisão individual do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, que havia determinado a liberação das vias, com pena de prisão prevista para o diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, em caso de omissão, e multa de R$ 100 mil por hora por crime de desobediência.