Empresário perde R$ 4 milhões em golpe com Bitcoin

·1 minuto de leitura
Segundo o investidor, seu objetivo é alertar as pessoas sobre os riscos. Foto: Getty Images.
Segundo o investidor, seu objetivo é alertar as pessoas sobre os riscos. Foto: Getty Images.
  • Naveed Saghir tem uma empresa de home theater no noroeste da Inglaterra

  • Golpistas convenceram a vítima a pagar cerca de £18 mil em dinheiro

  • Segundo o investidor, seu objetivo é alertar as pessoas sobre os riscos

Um homem teve mais de R$ 4 milhões perdidos em um esquema com investimentos em Bitcoins. Naveed Saghir foi convencido por criminosos a fazer depósitos em dinheiro e transferir valores em Bitcoins. De acordo com a vítima, sua vida foi destruída.

Cientista da computação de formação, Saghir tem uma empresa bem sucedida de home theaters no noroeste da Inglaterra há vinte anos e tinha guardados cerca de £ 500 mil em economias. Depois de ver uma propaganda sobre investimentos em ações no YouTube, resolveu preencher o formulário disponível para receber mais informações. Inicialmente, pagou £ 250 para iniciar os serviços.

Leia também:

Após acessar o site da suposta corretora, Saghir foi convencido a fazer alguns depósitos a partir de maio. Ao final, o total investido foi de £18 mil em dinheiro e 14,25 Bitcoins. Em valores atuais, as perdas do empresário são de mais de R$ 4 milhões.

Segundo Naveed Saghir, sempre teve muito cuidado com sua poupança. Por ter sofrido um golpe mesmo não sendo leigo no mundo da informática, o empresário tem agora como objetivo alertar as pessoas sobre os riscos de se investir sem muitas informações. “Eu destruí a minha vida, mudei completamente a minha vida para pior e eu preciso alertar as pessoas. Se isso pode acontecer comigo, pode acontecer com qualquer um”, afirma o investidor.

As informações são do Livecoins.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos