Empresas podem inscrever funcionários em 500 vagas de cursos do Senai

·2 minuto de leitura

A Firjan Senai disponibiliza neste mês de março 500 vagas gratuitas em cursos com aulas on-line para atender às necessidades de aperfeiçoamento de profissionais da indústria fluminense. A data de início varia de acordo com o curso, mas as inscrições para a última turma do mês vão até o dia 25.

Até abril, a previsão é de abertura de 1.125 vagas em diversos temas. A expectativa é capacitar 7.200 industriários até dezembro no Rio de Janeiro, através do acordo de cooperação firmado com a União, por intermédio do Ministério da Economia (ME) via Departamento Nacional do Senai.

As oportunidades são para os treinamentos em Aperfeiçoamento para encarregados de produção; Excel como ferramenta de banco de dados; Gestão de produção; Lógica de programação; Projeto de sistemas fotovoltaicos; Técnicas de controle de plantas industriais, Automação de processos industriais; Lean Manufacturing; Planejamento; Programação e controle da produção – PPCP; Sistemas lógicos programáveis de manufatura e BIM – Aplicado em Projeto de Arquitetura, em diversas unidades Firjan SENAI.

Para participar do programa, a empresa deve realizar cadastro no marketplace do Senai Nacional loja.mundosenai.com.br, selecionar os cursos desejados e indicar os empregados escolhidos para o treinamento. O marketplace automaticamente enviará o voucher personalizado aos candidatos, que deverão ativá-lo para fazer a matrícula.

No Rio, o Programa Emprega Mais na Firjan Senai foi retomado com as primeiras turmas no dia 8 de março, oferecendo 5 dos 11 cursos selecionados para compor o portfólio inicial do programa. No primeiro momento, foram abertas 125 vagas na plataforma do Senai e, em abril, estarão disponíveis mais 500 vagas.

O número de vagas gratuitas depende do tamanho de cada instituição e da disponibilidade do Senai: a microempresa, com até 19 funcionários, e a pequena empresa, de 20 a 99 funcionários, poderão solicitar quantidade de vouchers para vagas nos cursos equivalente a até 20% do número de seus funcionários. Para a média empresa, de 100 a 499 empregados, a cota é de 10%; para a grande empresa, acima de 500 funcionários, 5%.

Na plataforma, serão apresentados cursos das duas modalidades do voucher do programa Emprega Mais: Requalifica e Novo Emprego. Nesta primeira etapa, a Firjan Senai disponibiliza apenas o “Requalifica”, para micro, pequenas e médias empresas.