Enchentes e mortes na Bahia são destaque na imprensa francesa

·1 min de leitura

As chuvas torrenciais que já deixaram pelo menos 18 mortos no Brasil e obrigaram milhares de pessoas a deixarem suas casas recebem destaque na imprensa francesa desta segunda-feira (27). O diário Le Monde chama a atenção para as cerca de 35 mil pessoas que tiveram que deixar suas casas só no Estado da Bahia, além do número de mortes também na Bolívia, que já chega a 13 pessoas.

O jornal descreve a crise instaurada pelo fenômeno climático que atinge especialmente a Bahia desde o início de novembro, onde 58 municípios foram inundados, e acrescenta que duas pessoas continuam desaparecidas, 19.580 foram deslocadas e outras 16 mil tiveram que buscar abrigo.

A reportagem cita ainda as 286 pessoas que ficaram feridas desde que as fortes chuvas começaram em novembro, em um total de mais de 430 mil pessoas afetadas pelo fenômeno climático.

A tragédia também é assunto do Les Echos, que descreve o quanto esta situação já crítica piorou no domingo. Na tarde deste domingo (26), o número de municípios em situação de emergência subiu para 72, dos quais 58 estão em crise por causa das enchentes. No dia anterior, as autoridades locais haviam informado 19 municípios afetados.

Bolívia

Os serviços meteorológicos emitiram um alerta de chuvas torrenciais nos departamentos de Potosí, Chuquisaca e Tarija, no sul da Bolívia. Imagens de televisão mostraram rios transbordando em La Paz e Cochabamba.


Leia mais

Leia também:
Desastres climáticos mais caros em 2021 custaram quase R$ 1 trilhão, aponta relatório
Pior enchente na Malásia em sete anos desabriga mais de 29 mil pessoas
Região sudoeste da França está em alerta devido a chuvas e neve

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos